Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

pronunciamento

Obama: EUA vive 'um grande dia'

2 MAI 2011Por uol14h:22

"O mundo está mais seguro, é um lugar melhor por causa da morte de Osama bin Laden", disse o presidente, que começou o breve pronunciamento pedindo que "não se perca" a memória das vítimas dos atentados da Al Qaeda.

Para Obama, os Estados Unidos cumpriu sua missão ao capturar e matar o líder da Al Qaeda.

"Nosso país manteve o compromisso de fazer justiça. Hoje, relembramos que, como nação, não há nada que não possamos fazer quando lembramos do senso de união que nos define", disse Obama.

Obama ainda agradeceu o apoio do secretário de Defesa, Robert Gates, a quem chamou de "o melhor secretario de Defesa de nossa história", e disse que "como comandante chefe desta operação, não poderia estar mais orgulhoso de nossos homens e mulheres de uniforme".

Bin Laden foi morto neste domingo (1º) durante o ataque dos EUA a uma mansão em Abbottabad, cidade militar a duas horas de Islamabad, capital do Paquistão. O exame de DNA confirmou a morte do líder da Al Qaeda, que era o homem mais procurado pelos EUA.

Segundo um alto funcionário americano disse à AFP, as forças especiais americanas que mataram Osama Bin Laden estavam preparadas para capturar o líder da Al Qaeda vivo, caso ele tivesse se rendido.

"Ele resistiu durante o tiroteio. Como resultado, os homens em terra o mataram. Eles estavam preparados para o caso de sua rendição, para levá-lo vivo", disse a fonte sob condição de anonimato.

A operação militar americana que matou Bin Laden vitimou também cinco de seus seguranças. Durante a operação, foram também detidos quatro suspeitos.

De acordo com fontes militares, a operação começou às 22h30 do horário local e durou cerca de 45 minutos. Os militares ainda não deram detalhes sobre números de vítimas, mas admitiram que um helicóptero foi derrubado durante a operação.

Leia Também