Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, segunda, 17 de dezembro de 2018

visita

Obama deve discutir comercialização de etanol

19 MAR 2011Por INFOMONEY02h:00

Com a primeira visita do presidente Barack Obama ao Brasil agendada para hoje (19), criou-se um clima de expectativa em torno das questões que o presidente norte-americano deverá abordar com a presidente Dilma Rousseff. Para o Santander, é esperado que o presidente Barack Obama discuta a comercialização do etanol entre Brasil e Estados Unidos, aposta que ganha coro pelo recente aumento nos preços do petróleo e na grande dependência norte-americana da commodity.

Apesar de considerar importante acompanhar a visita, uma vez que poderá ter efeito positivo para o agronegócio brasileiro, os analistas Christian Audi, Felipe Reis e Vicente Falanga Neto afirmam que "conclusões no curto prazo a favor da valorização das ações da Cosan (CSAN3) e São Martinho (SMTO3) não têm justificativa".

Sem conclusões precipitadas
Para os analistas, os investidores não devem tomar iniciativas na certeza que de a visita de Barack Obama terá frutos positivos para o agronegócio, já que o Congresso dos EUA votou há pouco tempo a renovação das tarifas de importação de etanol no valor de US$ 0,54 por galão, sendo improvável uma possível reversão desta decisão.

Além disso, mesmo sem considerar as tarifas de importação, ainda assim as exportações de etanol não estão em níveis atrativos para os norte-americanos, por conta tanto do real apreciado frente ao dólar como dos elevados preços do etanol no Brasil atualmente.

Recomendação
A recomendação do Santander para a Cosan é de compra, com preço-alvo para o final de 2011 em R$ 31, valor que implica em um potencial de valorização de 25% quando tomada como referência a cotação de fechamento no último pregão. Já as ações da São Martinho recebem recomendação de compra, com o target de 32 fazendo referência a um upside de 39%.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também