Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

OAB vai analisar se tornozeleira é constitucional

17 JUN 10 - 22h:10
     

                Da Redação

                 

                  O presidente nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Ophir Cavalcante, anunciou hoje  que encaminhará para análise da Comissão de Estudos Constitucionais da entidade a utilização, por presos em liberdade condicional, de mecanismos de monitoramento eletrônico. A Lei 12.258, publicada no Diário Oficial da União, autoriza o uso de pulseiras ou tornozeleiras nos detentos. Os equipamentos poderão ser instalados em condenados nos casos de saída temporária, no regime semiaberto e de prisão domiciliar.

                  A OAB Nacional questiona os benefícios da inovação e sua Comissão agora vai averiguar se a nova lei é ou não constitucional. "Essa ideia nos preocupa porque não vai resolver a questão da superpopulação carcerária no Brasil nem a inserção do apenado na sociedade". Ainda para Ophir, o Estado está "lavando as mãos como Pôncio Pilatos" e transferindo às famílias a responsabilidade social com relação ao preso.

                
                (Fonte: OAB)

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Após 1º caso, Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo
ATENÇÃO!

Após 1º caso, Saúde alerta para baixa vacinação contra sarampo

Professor com quatro empregos usava atestados para dar conta das funções
FOI CONDENADO

Professor usava atestados para dar conta de 4 empregos

Caixa antecipa para 2019 saque do FGTS para todos trabalhadores
SAQUE IMEDIATO

Caixa antecipa para 2019 saque do FGTS para todos

FCO terá contratação recorde de R$ 2 bilhões em 2019
RECURSOS

FCO terá contratação recorde de R$ 2 bilhões em 2019

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião