Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

OAB: candidatos pagavam R$ 50 mil para passar

13 JUL 12 - 07h:00band

A quadrilha que fraudou o exame da OAB em 2009 cobrava até R$ 50 mil para fornecer antecipadamente as provas. A informação foi divulgada ontem de manhã pelo delegado da PF (Polícia Federal) Victor Hugo Ferreira.

A investigação da PF (Polícia Federal) concluiu que 152 candidatos tiveram acesso antecipado às respostas da prova em 2009. Outros 1.076 “colaram” as provas uns dos outros. Segundo o delegado, a exclusão dos bacharéis que participaram da fraude do quadro da OAB cabe à própria ordem, que já foi notificada.

A investigação também revelou que a mesma quadrilha fraudou outros seis concursos públicos, cobrando até R$ 304 mil. O grupo está respondendo por vários crimes, entre eles formação de quadrilha, estelionato qualificado, receptação e corrupção ativa.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Senado derruba decreto do porte de armas; Bolsonaro já estuda 'plano b'

ECONOMIA

Portaria amplia setores com trabalho permanente no domingo e feriado

Lista regulamentada engloba diversos setores
"Nós não concordamos”, afirma Azambuja sobre convênio com o Ministério da Justiça
FRONTEIRA

"Nós não concordamos”, afirma Azambuja sobre convênio com o Ministério da Justiça

BRASIL

'Há movimento claro para anular condenações e impedir investigações', diz Moro

Mais Lidas