Terça, 20 de Fevereiro de 2018

RETROSPECTIVA 2010

O 'furacão' político sobre Dourados

3 JAN 2011Por Maria Matheus00h:00

O jornal Correio do Estado traz na edição de hoje (03), página 4A, uma retrospectiva da Operação Uragano, deflagrada em Dourados no dia 1º de setembro e as consequências da ação policial no Estado. Na terça-feira, confira na editoria de Política os fatos que marcaram o ano eleitoral no Brasil e em Mato Grosso do Sul.

----

Um furacão atingiu a política douradense em 2010. A Operação Uragano da Polícia Federal colocou na cadeia o prefeito, o vice, praticamente toda a Câmara de Vereadores, além de secretários municipais, empreiteiros e os diretores do maior hospital da cidade. Foi o maior escândalo da história de Dourados.

No olho do furacão ficou o ex-prefeito Ari Artuzi (sem partido), 47 anos, que renunciou ao cargo depois de ficar mais de 90 dias preso. De acordo com o delegado da PF Bráulio Galloni, que comandou as investigações, Artuzi era o chefe do esquema que, ao ser desmantelado, levou 29 pessoas para a cadeia e resultou em 70 processos. Aproximadamente R$ 35 milhões foram desviados dos cofres públicos para o pagamento de propinas a políticos. (Fábio Dorta, de Dourados)

Leia mais no jornal Correio do Estado

Leia Também