segunda, 23 de julho de 2018

INDÚSTRIA SEM FUMAÇA

Número de turistas em MS cresceu 12% no ano passado

15 JAN 2011Por ADRIANA MOLINA00h:00

A maior capitalização do consumidor advinda do melhor cenário econômico brasileiro, trouxe reflexos positivos para o setor turístico de Mato Grosso do Sul. A Fundação de Turismo do Estado calcula crescimento médio de 12% de visitação nos destinos no ano passado – acréscimo, segundo o setor, impulsionado não só pelos estrangeiros que vêm conhecer as belezas naturais do Estado, mas também por aqueles que passaram a ter condições de viajar e movimentam a economia regional.

Com isso, crescem os negócios no ramo da prestação de serviços no segmento. Hotéis, restaurantes, e agências de turismo têm sentido os reflexos do atual momento da economia com procura antes nunca vista.

O agente de viagens Fábio Gasparetto, por exemplo, conta que, a melhor situação econômica em 2010, na sua empresa, que refletiu na movimentação dos destinos turísticos, representou crescimento na venda de passagens e pacotes, principalmente rodoviários, acima da média. O ano fechou com acréscimo de 20% frente à 2009 na agência que comanda.

"Percebemos que a facilidade de crédito no ano passado fez com que muita gente que não viajava começasse a viajar", relatou. O agente conta ainda que grande parte prefere destinos internos e não o exterior (mais procurado quando a taxa de câmbio é vantajosa) – o que movimenta a economia das regiões; e em torno de 60% usam o parcelamento como forma de pagamento – confirmando o maior acesso ao crédito.

Bonito
Levantamento feito pela Secretaria de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo (Seprotur) apontou que o principal destino turístico do Estado, Bonito, em 2010 superou 2009, no número de visitação turística, com aumento de 4,06%.

O resultado é considerado recorde – melhor na história do turismo da cidade. No total foram 276.164 visitações em 2010, sendo 10.767 visitações a mais que 2009. O município é considerado polo do ecoturismo, sendo um dos destinos mais procurados da região Centro-Oeste e eleito pelo 8º ano consecutivo como melhor destino de ecoturismo do Brasil.

Leia Também