Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Número de pediatras continuará reduzido

Número de pediatras continuará reduzido
13/02/2010 07:55 -


Postos de saúde de Campo Grande continuarão sem pediatra durante o feriado de carnaval, de acordo com escala de plantão de médicos publicada ontem pela Secretaria Municipal de Saúde. Na relação consta o número de profissionais que irão trabalhar durante o período de festa nos postos de saúde 24h, nas unidades de Pronto Atendimento (UPA) e no Hospital da Mulher. Hoje, conforme documento, não haverá pediatra nos postos de saúde dos bairros Guanandy, Tiradentes, Nova Bahia, Aero Rancho, Universitário, Coophavilla e Moreninha 3. O atendimento especializado será disponibilizado, durante o sábado e amanhã de manhã, no UPA do Coronel Antonino, Vila Almeida e no Hospital da Mulher. No domingo à tarde, os pais poderão recorrer ao Hospital da Mulher e Coronel Antonino. À noite faltará pediatra somente nos bairros Universitário e Moreninha 3. Na manhã de segunda-feira, as unidades de saúde Nova Bahia, Aero Rancho e Universitário não contarão com o atendimento. À tarde, além dos três, ainda ficam sem pediatras as unidades do Bairro Guanandy e Coophavilla. Terça-feira de manhã não haverá profissional no posto do Universitário. À tarde somente o Coronel Antonino, Vila Almeida e o Hospital da Mulher disponibilizarão o atendimento. E à noite haverá pediatra em todas as unidades de atendimento. Na manhã da quarta-feira de cinzas, o posto do Universitário continuará sem pediatra. À tarde, apenas a Vila Almeida e o Hospital da Mulher contarão com a atendimento, no entanto, à noite todos os postos terão pediatras.

Felpuda


Mensagens trocadas por aí mostram que deverá “virar moda” políticos anunciarem que testaram positivo para a Covid-19. E sem medo de dizer que isso é porque o presidente Jair Bolsonaro anunciou ter sido infectado, e aí essa tchurminha estaria interessada também em ganhar holofotes. Porém, ressaltam que, como não se pode duvidar de coisa séria, o jeito é desejar “restabelecimento”. E não deixam de lembrar que o risco é a população descobrir que não fazem a menor falta. Essa gente...