sexta, 20 de julho de 2018

TRAGÉDIA

Número de mortos na região serrana do Rio de Janeiro já passa de 610

16 JAN 2011Por Thiago Gomes07h:36

O número de mortos na Região Serrana do Rio já passa de 610, segundo a Polícia Civil. Desses, 590 já foram identificados. Castigada por um temporal que fez chover em 24 horas mais do que era esperado para todo o mês, a região enfrenta desde a noite da terça-feira a pior catástrofe natural do Brasil. Com o número de mortos, desabrigados, desalojados, feridos e desaparecidos, a tragédia já superou o registrado em janeiro do ano passado, em Angra dos Reis e, em abril, na capital e Niterói.

Conforme a Defesa Civil, 274 óbitos foram registrados em Nova Friburgo, 263 em Teresópolis, 55 em Petrópolis e 19 em Sumidouro. A Polícia Civil do Rio informou que 590 corpos já foram identificados. Em São José do Vale do Rio Preto teriam quatro mortos. Petrópolis tem o maior número de desabrigados (3.600 desalojados e 2.800 desabrigados), seguido de Nova Friburgo (3.220 desalojados e 1.970 desabrigados). Já em Teresópolis são 960 desalojados e 1.280 desabrigados. Em Sumidouro, o número de desabrigados e desalojados chega a 500, Já em São José do Vale do Rio Preto há 3.000 desabrigados e 300 desalojados.

Leia Também