Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

EDUCAÇÃO

Número de inscritos no ProUni já passa de 542 mil

Número de inscritos no ProUni já passa de 542 mil
14/01/2014 15:30 - AGÊNCIA BRASIL


O Programa Universidade para Todos (ProUni) registrou 542.049 inscritos até o meio-dia de hoje (14). As inscrições somam 1.026.103, pois cada candidato pode fazer até duas opções de curso. O ProUni oferta bolsas integrais e parciais em instituições privadas de educação superior. As inscrições foram abertas ontem (13) e o prazo vai até as 23h59 de sexta-feira (17).

Na edição do primeiro semestre deste ano são 191.625 bolsas em 1.116 instituições, sendo 131.636 bolsas integrais e 59.989 parciais. Pode participar da seleção o estudante que tenha feito a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 e obtido, no mínimo, 450 pontos na média das notas. O candidato não pode ter tirado zero na redação e precisa ter cursado o ensino médio na rede pública ou com bolsa integral na rede privada.

As bolsas integrais são para os estudantes com renda bruta familiar, por pessoa, até um salário mínimo e meio. As parciais para os candidatos com renda bruta familiar até três salários mínimos por pessoa. O bolsista parcial poderá utilizar o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) para custear o restante da mensalidade.

Nesta edição do ProUni, os cursos com maior oferta de vagas são administração (21.252), pedagogia (14.773), direito (13.794) e ciências contábeis (10.883). O estado de São Paulo é o que tem mais vagas disponíveis. São cerca de 64,3 mil, seguido de Minas Gerais, com 19,5 mil, e do Paraná, com 16,5 mil.

Veja abaixo o cronograma do Prouni:

Inscrições: de 13 a 17 de janeiro de 2014

Resultado da primeira chamada: 20 de janeiro

Comprovação de informações: de 20 a 24 de janeiro

Resultado da segunda chamada: 3 de fevereiro

Comprovação das informações: de 3 a 6 de fevereiro

Prazo para manifestar interesse em participar da lista de espera: 13 e 14 de fevereiro

Comprovação de informações dos participantes da lista de espera: 19 e 20 de fevereiro 

Felpuda


Ao que tudo indica, partido teria criado “racha” apenas visando jogar para a plateia, e, assim, quem estava com a corda toda anunciou que se prepara para o desembarque. Nos bastidores o que se ouve é que o tal fundo partidário seria o motivo da desavença e que quem nunca comeu mel quando come se lambuza. Só que não. A estratégia é continuar “dono” da atual legenda e “tomar a frente” de partido que está em fase embrionária. Tudo inspirado na “velha política”.