Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CIDADES

Número de espécies está acima de outras capitais

Número de espécies está acima de outras capitais
05/06/2010 21:04 -


O número de espécies de árvores encontradas pelo estudo em Campo Grande (161) é bem superior ao contabilizado em outros municípios brasileiros. A maioria das espécies encontradas na Capital (59%) é nativa do Brasil.

No ranking das espécies mais presentes, aparecem, entre outras, Oiti, Ficus, Sibipiruna, Mangueiras e Ipê roxo.

A incidência de algumas espécies ficou em 17%, índice considerado alto, já que o recomendado é que se tenha cerca de 15% de cada espécie para evitar superpopulação de determinada árvore e desenvolvimento de pragas por conta disso.

Centenárias

As árvores centenárias do centro da Cidade também receberam atenção especial. Elas foram catalogadas e, agora, sabe-se qual o manejo correto e o tempo de vida de cada uma das 80 exemplares históricas.

Os dados podem auxiliar no tratamento correto das espécies e na recuperação das árvores, consideradas patrimônio ambiental e histórico da Cidade, conforme explicou o secretário de Meio Ambiente Marcos Cristaldo. (BG)

Felpuda


As pré-candidaturas bizarras estão se espalhando nas redes sociais, nos perfis de quem acredita que esse tipo de “campanha eleitoral” poderá resultar em votos e até levar à conquista de uma vaga na Câmara Municipal de Campo Grande. Se antes isso era visto apenas no horário eleitoral na TV, agora está se espalhado como erva daninha nas redes. Como diria vovó: “Esse povo ainda se acha!” Afe!