Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Religiões

Número de católicos diminuiu 21,5% nos últimos 19 anos no Estado, aponta IBGE

30 JUN 12 - 18h:05EDIVALDO BITENCOURT

O rebanho da Igreja Católica Romana está em queda desde o início da década 40 do século passado em Mato Grosso do Sul e o ritmo se acelerou nos últimos 19 anos, despencando 21,54 pontos percentuais entre 1991 e 2010, segundo o Censo 2010, divulgado ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nas últimas duas décadas, o número de evangélicos, impulsionados pelos pentecostais, disparou, acumulando crescimento de 249%. O número de pessoas sem religião teve aumento de 163% no mesmo período.

Em 1940, os evangélicos só representavam 2,10% da população de Mato Grosso do Sul, enquanto os seguidores do Vaticano eram 91,35%. O maior crescimento dos protestantes ocorreu entre 1991 e 2010, quando passaram de 185,4 mil (18,22%) para 648,8 mil (26,49%), de acordo com o IBGE. No mesmo período, o rebanho católico praticamente permaneceu estagnado, com crescimento de apenas 0,96%, de 1,441 milhão para 1,455 milhão, encolhendo em percentual, de 80,96%, em 1991, para 59,42%, conforme o Censo de 2010.

Clique aqui para ler a matéria completa

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Polícia apreende 255 quilos de cocaína em carreta construída para o tráfico
PREJUÍZO AO TRÁFICO

Polícia apreende 255 quilos de cocaína em carreta construída para o tráfico

Ação pede anulação de questões de prova de concurso para professores
SUPOSTAS IRREGULARIDADES

Ação pede anulação de questões de prova de concurso para professores

Bolívia e gigante russa fecham acordo para venda de ureia ao Brasil
GÁS NATURAL

Bolívia e gigante russa fecham acordo para venda de ureia ao Brasil

Fernanda Montenegro chega aos 90 anos com carreira de sucesso
ATRIZ

Fernanda Montenegro chega aos 90 anos com carreira de sucesso

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião