Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

Religiões

Número de católicos diminuiu 21,5% nos últimos 19 anos no Estado, aponta IBGE

30 JUN 2012Por EDIVALDO BITENCOURT18h:05

O rebanho da Igreja Católica Romana está em queda desde o início da década 40 do século passado em Mato Grosso do Sul e o ritmo se acelerou nos últimos 19 anos, despencando 21,54 pontos percentuais entre 1991 e 2010, segundo o Censo 2010, divulgado ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Nas últimas duas décadas, o número de evangélicos, impulsionados pelos pentecostais, disparou, acumulando crescimento de 249%. O número de pessoas sem religião teve aumento de 163% no mesmo período.

Em 1940, os evangélicos só representavam 2,10% da população de Mato Grosso do Sul, enquanto os seguidores do Vaticano eram 91,35%. O maior crescimento dos protestantes ocorreu entre 1991 e 2010, quando passaram de 185,4 mil (18,22%) para 648,8 mil (26,49%), de acordo com o IBGE. No mesmo período, o rebanho católico praticamente permaneceu estagnado, com crescimento de apenas 0,96%, de 1,441 milhão para 1,455 milhão, encolhendo em percentual, de 80,96%, em 1991, para 59,42%, conforme o Censo de 2010.

Clique aqui para ler a matéria completa

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também