RELIGIÃO

Número de católicos cai 21,5% em 19 anos no Estado, aponta IBGE

Número de católicos cai 21,5% em 19 anos no Estado, aponta IBGE
30/06/2012 18:05 - EDIVALDO BITENCOURT


Diferentemente do que ocorreu com os católicos, as igrejas evangélica vem conquistando mais seguidores, impulsionados, principalmente, pelo movimento pentecostal, que aposta em cultos mais animados e nas ações do Espírito Santo. Atualmente, esse grupo soma 57,39% (372,3 mil) dos evangélicos sul-mato-grossenses, enquanto os tradicionais também perderam fiéis, ficando apenas com 19,17% (124,4 mil) dos protestantes. Outro grupo que se destaca é formado por evangélicos sem determinações, que já somam 23,42% (152 mil).

Os sem religião, que inclui os ateus, também contribuem para a queda dos seguidores do Papa em Mato Grosso do Sul. O percentual desse grupo na população total dobrou no Estado, de 4,62% (82,2 mil), em 1991, para 8,8% (216,5 mil) em 2010.

Perfil
Os homens são mais católicos do que as mulheres, segundo o IBGE, onde o percentual é de 60,39%, contra 58,5% entre elas. O percentual de sem religião é maior entre eles, 11%, contra 7,35% entre elas. Por outro lado, o percentual de mulheres evangélicas é maior, de 28,85% contra 24,11% entre eles. Entre as moradoras, o percentual de espíritas é de 2,2%, contra 1,57% deles.  

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".