Sexta, 15 de Dezembro de 2017

EUA

NSA enviou mais de 1.000 informes por ano para FBI, diz jornal

20 JAN 2014Por FOLHA PRESS17h:45

A Agência Nacional de Segurança (NSA, em inglês) enviou cerca de mil informes por ano entre 2006 e 2009 para o FBI (Birô Federal de Investigações), segundo documentos do governo americano divulgados hoje pelo jornal "Wall Street Journal".

Os documentos divulgados pela Diretoria de Inteligência Nacional informam que a NSA enviou dois informes diários ao FBI do monitoramento de telefones de suspeitos de terrorismo interno em 2006, o que dá uma média de 700 em todo o ano.

Ao receber os documentos, a agência orienta a força policial a "minimizar os procedimentos" e diz esperar enviar informes de telefones de dois alvos de investigação por dia. No ano seguinte, o número de documentos diários subiu para três, resultando em um acumulado de 1.100 anuais.

Os dados obtidos pelo "Wall Street Journal" não mencionam a qualidade das informações enviadas pela NSA ou com que frequência o FBI abria investigações criminais baseado nos informes de espionagem. No entanto, sugerem que a agência de inteligência teve um papel ativo em sugerir suspeitos para inquéritos policiais.

Os detalhes sobre o envio de dados de monitoramento da NSA ao FBI continuaram a serem citados até março de 2009. Depois disso, os dados pararam de serem citados. Meses depois, o tribunal de inteligência ordenou uma revisão do programa após disparidades entre o autorizado judicialmente e as atividades reais da agência.

A partir de 2010, não foram publicados números de informes e os documentos passaram a usar a palavra "informação", de forma genérica, para comentar sobre o repasse de dados para o FBI. A partir dos dados de monitoramento da NSA, os agentes federais podem requisitar o nome do dono do telefone a partir do número.  

Leia Também