Terça, 20 de Fevereiro de 2018

Novo shopping demolirá 14 prédios no centro

14 OUT 2010Por 01h:11

A incorporadora paulista Saad desapropriou 45 mil m² no Centro de Campo Grande para construir o Shopping Cidade Morena, seu segundo empreendimento na região, ainda sem previsão de funcionamento. Dos 14 prédios previstos, 11 já foram demolidos para dar lugar ao centro de compras. A área construída terá 57 mil m², resultado da soma dos terrenos desapropriados com um prédio preservado de 12 mil m².
O processo de desapropriação começou há sete anos. O sócio da empresa, Fernando Saad, precisou de muita paciência para fechar negócio com famílias e herdeiros, donos da vizinhança entre as ruas Dom Aquino e Calógeras. Os proprietários de uma livraria católica deram mais trabalho. “Até na Itália tivemos que fazer consulta para liberar a venda”, conta o empresário.
A compra de terrenos no centro é até 50% mais cara do que espaços em bairros, mas vale a pena porque a clientela está formada. “É muito mais caro, só que as vantagens são muito maiores”, afirma Saad. “Não precisamos esperar pelo movimento, ele está lá”, diz.
O processo de desapropriação e demolição fluiu na prefeitura, sem demora. Os custos com equipamentos também são compensados pelo fluxo de consumidores do centro. Para dar lugar ao outro empreendimento da incorporadora, o popular 26 de Agosto, com lançamento previsto para hoje, apenas um prédio de 3 mil m² será demolido.
Os shoppings dos Saad fazem parte da maior expansão do setor da história da Capital. As 550 lojas do 26 de Agosto e as 250 do Cidade Morena somam 800 dos 1.175 novos pontos de compras que a cidade ganhará nos próximos dois anos. (CHB)

Leia Também