Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Novo mínimo começa a ser pago

25 FEV 09 - 22h:00
     
        
        

        Passado o carnaval, é hora de pensar no orçamento da casa. No final desta semana, serão pagos os primeiros salários com o novo mínimo de R$ 465 aos trabalhadores domésticos do País.

        Os empregadores devem estar atentos para os novos valores das contribuições à Previdência Social e direitos como férias dos profissionais que, por serem percentuais calculados em cima da remuneração, também aumentaram. O novo salário mínimo está valendo desde o começo do mês de fevereiro. O reajuste foi de 12% (ou R$ 50) sobre o valor anterior que era de R$ 415.

        São considerados trabalhadores domésticos todos aqueles que exercem funções com carteira assinada dentro de residências, ou seja, empregadas, motoristas particulares, jardineiro, babá, lavadeiras, cozinheiras, faxineiras etc.

        
        

        De acordo com dados e estimativas do Ministério do Trabalho e Emprego, 42 milhões de pessoas serão beneficiadas com o novo salário mínimo (sendo 27 milhões de profissionais formais e informais e 17,8 milhões de pensionistas) e injetará R$ 23,1 bilhões no mercado interno este ano.

        O governo federal espera que o reajuste estimule o consumo dentro do País e minimize assim os efeitos negativos da crise econômica mundial. Ainda que o aumento tenha sido de 12%, o ganho real para os brasileiros será de 6%, pois é levado em conta o peso da inflação no bolso dos trabalhadores.


        
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PECUÁRIA INTERNACIONAL

Após reunião em Pequim, Brasil espera habilitação de 78 frigoríficos

EQUILÍBRIO FINANCEIRO

BC leiloará US$ 3,75 bilhões das reservas para conter alta do dólar

INCLUSÃO DIGITAL

Anatel anuncia medidas para banda larga mais acessível

AÇÕES DE MERCADO

Bolsa de Valores atinge 1 milhão de investidores pessoa física

Mais Lidas