Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Novo longa de Heitor Dhalia está na seleção oficial de Cannes

23 ABR 09 - 10h:40
     

        

 

O festival de cinema mais importante do mundo já tem a participação brasileira garantida na edição 2009. À Deriva, novo longa-metragem de Heitor Dhalia (de Nina e O Cheiro do Ralo) integra a seleção oficial da mostra Un Certain Regard do festival que ocorre neste ano de 13 a 24 de maio na cidade francesa.

 

À Deriva é protagonizado pelo ator francês Vincent Cassel (de Irreversível) e conta ainda com Deborah Bloch e a atriz Camille Belle no elenco.

 

Com roteiro do próprio Dhalia, o filme leva para as telas o rito de passagem de Filipa (a estreante Laura Neiva) da infância para a adolescência. A ação se passa durante as férias de verão da garota com a família em Búzios. À Deriva também marca a estreia nas telas da parceria entre a Focus (braço independente da Universal) e a brasileira O2 Filmes.

Outra participação brasileira que deve chamar a atenção dos críticos é a estreante Vera Egito. Jovem diretora, Vera foi convidada pelos organizadores da Semana da Crítica (um dos principais eventos paralelos à competição oficial em Cannes) para abrir e fechar a seção com seus dois primeiros curtas. O seu filme de estreia, Espalhadas pelo Ar, e seu novo curta, O Elo, vão ser exibidos na abertura e no encerramento da semana, respectivamente.

 

Com informações do Estadão

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

TRÂNSITO

Túnel acústico é reaberto parcialmente no Rio após desabamento

Acordo que limita voos para a Argentina pode ser revisto
TURISMO

Acordo que limita voos para a Argentina pode ser revisto

Homem é preso em flagrante com 50 munições calibre 22
ANASTÁCIO

Homem é preso em flagrante com 50 munições calibre 22

Diesel fecha semana com alta de 1,4% em Mato Grosso do Sul, diz ANP
COMBUSTÍVEIS

Diesel fecha semana com alta de 1,4% em Mato Grosso do Sul, diz ANP

Mais Lidas