Segunda, 22 de Janeiro de 2018

Novo laudo psiquiátrico de ex-procurador sairá na próxima semana

15 SET 2010Por 13h:59

O perito especialista em psiquiatria forense Guido Arturo Palomba deverá apresentar a nova avaliação psiquiátrica do ex-procurador (aposentado) Carlos Alberto Zeola, na próxima semana. No dia 3 de agosto, o juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri de Campo Grande, Carlos Alberto Garcete, determinou que o réu, assassino confesso do sobrinho Cláudio Alexander Joaquim Zeola, de 23 anos, fosse submetido a uma outra análise psiquiátrica.
De acordo com o advogado de defesa, Ricardo Trad, o especialista deve apresentar o laudo na próxima semana, quando vence o prazo de 30 dias para conclusão dos trabalhos. O especialista não teve acesso ao réu e o laudo está sendo feito com base somente em análises feitas por outros médicos e mediante informações que constam em processos criminais e administrativos.
O psiquiatra forense, que atende em consultório no Bairro Paraíso, em São Paulo, atua há mais de 30 anos na área e é considerado uma referência para juizes, advogados e imprensa.
Carlos Zeola foi aposentado pelo Ministério Público Estadual com base em laudos que afirmaram que ele era inimputável. A defesa alega que exames neurológicos comprovam que o procurado tem parte da massa encefálica comprometida e que nos últimos 14 anos apresentou cerca de 30 atestados médicos em razão de problemas neurológicos.
Já perícia feita pelo médico psiquiatra Luiz Carlos Alvarenga Valim apontou que Zeola tinha consciência do crime que cometeu em março de 2009, quando atirou na cabeça do sobrinho Cláudio Alexandre, que seguia para uma academia de ginástica, no Bairro Jardim dos Estados. (VS)

Leia Também