Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

PRÁTICAS AGROPECUÁRIAS

Novilho Precoce participa de BPAs

3 MAI 2011Por da redação12h:25

O Programa de Boas Práticas Agropecuarias-Bovinos de Corte (BPA), desenvolvido pela Embrapa, teve sua atuação ampliada em Mato Grosso do Sul mediante a constituição de um grupo gestor, conforme reunião realizada em meados de abril na Secretaria de Produção do Estado (Seprotur) com as entidades apoiadoras do Programa. A experiência já consolidada fará da Associação Sul-Mato-Grossense dos Produtores de Novilho Precoce uma vitrine do Programa BPA.

A Associação Novilho Precoce MS, membro do grupo gestor de Mato Grosso do Sul, possui 82 propriedades de seus associados inscritas no Programa, das quais 21 já foram diagnosticadas e estão atualmente na fase de implantação do protocolo de BPA. “Ninguém melhor que a Novilho Precoce MS para gerir esse processo. No estágio atual são os mais bem preparados”, ressaltou a Secretária da Seprotur, Tereza Cristina Correa da Costa Dias, se referindo a experiência dos 13 anos de trabalho que o grupo já desenvolve no Estado.

O diagnóstico dessas propriedades, sob responsabilidade da Novilho Precoce MS, será de vital importância para subsidiar a definição dos planos de ação dos Ministérios da Agricultura, do Meio Ambiente, do Trabalho e Emprego, Confederação Nacional da Agricultura (CNA) e Embrapa, no desenvolvimento de ações e políticas públicas que possam fortalecer a cadeia produtiva da pecuária de corte no país, segundo Portaria Interministerial n. 36, publicada no Diário Oficial da União em 26 de janeiro de 2011, criando o Programa de fomento as Boas Práticas Agropecuárias das diversas cadeias pecuárias do País (Pró-BPA).

Conforme o pesquisador da Embrapa Gado de Corte e Coordenador Nacional das BPA, Ezequiel Rodrigues do Valle, o objetivo principal do Programa, na fase inicial, é assegurar a rentabilidade e a competitividade dos sistemas de produção mediante a incorporação de tecnologias de fácil acesso aos produtores. Outra vantagem é de assegurar ao mercado consumidor o fornecimento de alimentos seguros provenientes de sistemas de produção que respeitam o bem estar dos animais, são economicamente viáveis, socialmente justos e ambientalmente corretos.

SOBRE AS BPA

As Boas Práticas Agropecuárias, na prática, possuem 11 pontos de controle que representam as principais áreas de conhecimento, tais como Gestão da Propriedade Rural, Função Social do Imóvel Rural, Gestão Ambiental, Gestão dos Recursos Humanos, Instalações Rurais, Manejo Pré-abate e Bem-estar Animal, Formação e Manejo de pastagens, Suplementação Alimentar, Identificação Animal, Controle Sanitário e Manejo Reprodutivo.

 

O veterinário e supervisor técnico da Novilho Precoce MS, Klauss Marchareth, que vem acompanhando par e passo todo o processo, salienta que “o princípio de tudo para uma boa gestão se resume em programas de conscientização de produtores e de capacitação de seus funcionários”. Para que esses objetivos sejam atendidos foram programados 12 cursos que devem ser realizados nos próximos meses, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural- Senar/MS e Sebrae/MS.

 

A indústria frigorífica também apóia este processo. O grupo JBS é um importante parceiro na divulgação e na implantação das BPA nas propriedades rurais de diversos Estados, conforme ressaltou Ezequiel do Valle. O grupo contratou técnicos para atuarem com o multiplicadores nos principais Estados onde mantém unidades de produção. "Esses técnicos já foram capacitados pela Embrapa e atualmente estão a campo divulgando o programa e implantando esse protocolo em diversas propriedades rurais. Algumas dessas propriedades aguardam o laudo de implantação, pois praticamente concluíram todos os requisitos necessários", informou do Valle.

 

Também integram o grupo gestor em Mato Grosso do Sul a Seprotur, Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul), Agencia de Defesa Sanitária Animal e Vegetal do Estado (Iagro), Superintendência Federal da Agricultura (SFA/MS) e Federação da Agricultura do Estado (Famasul).

Leia Também