Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Nova droga pode ter motivado caso de canibalismo em Miami

Nova droga pode ter motivado caso de canibalismo em Miami
30/05/2012 13:30 - terra


A polícia de Miami investiga se o estranho caso do homem que comeu parte do rosto de outro antes de ser morto pela polícia teria sido motivado pelos efeitos de um novo tipo da droga LSD conhecido como "Sais de banho".

A substância provoca um aumento da temperatura corporal e torna a pessoa mais agressiva, informou nesta terça-feira o médico Paul Adams, do Hospital Jackson Memorial de Miami, à rede de televisão "ABC". A vítima, que permanece em estado crítico no centro médico, perdeu quase 75% do rosto.

O agressor foi identificado como Rudy Eugene, de 31 anos. Ele estava completamente nu no momento dos fatos, e comeu as orelhas, o nariz e parte da testa do outro rapaz.

O crime aconteceu no sábado passado no viaduto McArthur, no centro da cidade, a caminho de Miami Beach, e tem deixado a população amedrontada.

O presidente do sindicato da polícia de Miami, Armando Aguilar, disse que pode haver semelhança entre este caso e outros recentes envolvendo "Sais de banho".

"As pessoas tiram a roupa, de repente adquirem uma força sobre-humana, se tornam violentas e ficam queimando por dentro", explicou Aguilar à "ABC".

Ele revelou que, em um dos casos envolvendo a droga, o sujeito estava caminhando sem roupa e foi atropelado por um taxista. O indivíduo pulou no teto do veículo e foram necessários 15 policiais para detê-lo.

No caso do homem que se alimentou do rosto de outro, uma testemunha que disse ter visto o ato de canibalismo quando andava de bicicleta pela área.

"O homem estava comendo o outro com a boca. Então lhe disse: 'sai daí'. O rapaz continuou cometendo o crime, arrancando a pele do cara", declarou Larry Vega ao canal "WPLG".

Vega chamou a polícia e, quando um agente chegou ao local e tentou deter o sujeito, este apenas lhe grunhiu e voltou a devorar a vítima, que estava deitada no chão, sem roupas.

O policial disparou uma vez, mas o indivíduo continuou mastigando o rosto da vítima e acabou morrendo após receber vários tiros.

"Nunca pensei que veria alguém devorando outra pessoa. Isso foi realmente espantoso", reconheceu Vega.

O terrível caso foi gravado pelas câmeras de segurança do jornal "The Miami Herald", cuja sede se encontra próxima ao local do crime.

As autoridades investigam se o agressor era morador de rua. O jornal "El Nuevo Herald" indicou nesta quarta-feira que policiais identificaram a vítima como Ronal Poppo, de 65 anos.

Felpuda


Figurinha começou a respirar aliviada, embora ainda esteja na corda bamba. Isso porque mudou de mãos o processo cuja sentença poderá mandá-la para casa definitivamente. Assim, pela “jurisprudência” com a qual o “analista” é conhecido, pode ser que o resultado seja bastante favorável, permitindo que a então desesperada pessoa continue com o assento em Brasília. Vamos ver!