Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SOLENIDADE

Nova diretoria executiva da Fundect toma posse

Nova diretoria executiva da Fundect toma posse
24/02/2014 07:18 - Notícias MS


Acontece hoje (24), às 10h, na Governadoria, a solenidade de posse da nova diretoria-executiva da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (Fundect). Participam do evento o governador do Estado, André Puccinelli, o Secretário de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia (SEMAC), Carlos Alberto Negreiros Said Menezes, os 12 integrantes do Conselho Superior da Fundação, reitores das universidades do Estado, chefes das Embrapas e representantes das instituições de ciência e tecnologia e parceiros que compõem o Sistema Estadual de C,T&I.

O atual diretor-presidente da Fundect, Marcelo Augusto Santos Turine, foi reconduzido para novo mandato até dezembro de 2016. Turine é doutor em Engenharia de Software pela USP de São Carlos, Pós-Doutor em políticas públicas pela PUC-SP e pesquisador da Faculdade de Computação (FACOM) da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Governador cria Fórum
Durante a cerimônia de posse da nova diretoria-executiva da Fundect, o governador André Puccinelli anunciará a criação do Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de Mato Grosso do Sul, uma iniciativa para promover e incentivar o desenvolvimento científico, a pesquisa, a capacitação científica e tecnológica e a inovação no Estado.

O Fórum de Ciência, Tecnologia e Inovação visa articular e promover, em conjunto com órgãos dos governos federal, estadual e municipais, Instituições de Ciência e Tecnologia, entidades de apoio e de representação da sociedade civil organizada, a regulamentação e a implantação de políticas governamentais para fortalecer o Sistema Estadual de Ciência, Tecnologia e Inovação.

Felpuda


Considerados “traíras” por terem abandonado o barco diante dos indícios da chegada da borrasca à antiga liderança, alguns pré-candidatos terão de se esforçar para escapar da, digamos assim, vingança, velha conhecida da dita figurinha. Dizem por aí que há promessas nesse sentido, para que os resultados dos “vira-casacas” nas urnas sejam pífios. Sabe aquela velha máxima: “Pisa. Mas, quando eu levantar, corre!” Pois é...