Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

gameleira

Nova cozinha produz quase 1,8 mil refeições

4 JUN 2011Por DA REDAÇÃO09h:54

Com um espaço de 180 m², foi ativada esta semana a cozinha industrial do Centro Penal Agroindustrial da Gameleira (CPAIG). No local, que é administrado por uma empresa terceirizada, já estão sendo preparadas cerca de 1,8 mil refeições por dia, destinadas aos reeducandos e servidores.

A novidade garante mais qualidade à alimentação servida, tendo em vista que diminui o tempo de preparo-consumo, segundo a nutricionista da empresa Real Food, Fabiane Martins, responsável pela cozinha. “Antes, os internos estavam recebendo alimentação vinda de fora, e esse tempo que se gasta entre o preparo e o transporte acaba, de certa forma, refletindo até no sabor”, comenta. “Agora, no máximo em trinta minutos após o preparo a comida já está sendo servida”, completa.

O espaço tem capacidade para produzir 3,6 mil refeições diárias, conta área de cocção (preparo comida), área de montagem das marmitas, setor de higienização, estoque, e duas câmaras frias; está equipado com três caldeiras, três chapas e um fogão, todos equipamentos industrias. A estruturação da cozinha dentro do presídio foi realizada pela empresa responsável pela alimentação, uma exigência do processo de licitação.

A inauguração simbólica do local foi realizada nesta sexta-feira (3) e contou com a presença do secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini; do juiz da 2ª Vara de Execução Penal, Albino Coimbra Neto; e do diretor-presidente da Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário, Deusdete Oliveira. Também participaram o juiz Vitor Guibo (13ª Vara Residual Cível) e o promotor de justiça Antônio André David Medeiros (25ª Promotoria de Justiça).
 

Leia Também