Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

SOLICITAÇÕES

Nos EUA, caem pedidos de auxílio-desemprego

Nos EUA, caem pedidos de auxílio-desemprego
21/04/2011 09:20 - INFOMONEY


O número de pedidos de auxílio-desemprego reportados nos EUA na última semana foi pior do que as expectativas do mercado, conforme dados divulgados pelo Departamento de Trabalho do país nesta quinta-feira (21).

O Initial Claims registrou um total de 403 mil novos pedidos na semana até 16 de abril, frente às projeções de analistas que giravam em torno de 390 mil solicitações. Apesar disso, o indicador mostrou recuo frente ao número registrado na semana anterior, quando ocorreram 416 mil demandas, conforme os dados revisados.

Metodologia
Compilado pelo Departamento de Trabalho norte-americano, o Initial Jobless Claims mede o número de pedidos de auxílio-desemprego feitos pela primeira vez nos Estados Unidos. É um índice importante, pois dá uma boa ideia da situação do mercado de trabalho no país. 

Um aumento do número de pedidos mostra crescimento do desemprego, o que provavelmente indica desaquecimento da economia. Por outro lado, uma queda no número de pedidos reflete uma diminuição no índice de desemprego e um bom desempenho da economia.

Felpuda


Outrora afinadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro, parlamentar sul-mato-grossense começou a ser escanteado em consequência de uma das crises políticas de grande repercussão. A figura entrou em campo e botou falação sobre o que estava ocorrendo, e isso soou que só como crítica pesada ao governo, que, como não poderia deixar de ser, não gostou nadica de nada. Há quem diga que o dito-cujo é muito levado “pelo sangue”. Então, tá!...