Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

Nobel alternativo vai para Justiça social e jornalismo

Nobel alternativo vai para Justiça social e jornalismo
01/10/2008 22:00 -


     

         

        

A Fundação Right Livelihood Award outorgou hoje o Prêmio Nobel Alternativo a Krishnammal e Sankaralingam Jagannathan, fundadores da organização indiana LAFTI; a jornalista americana Amy Goodman, a ativista somali Asha Hagi e a ginecologista alemã Monika Hauser. O júri reconheceu a luta pela justiça social na Índia da LAFTI, o jornalismo independente de Goodman, a participação das mulheres no processo de paz na Somália impulsionada por Hagi e o compromisso de Hauser na reabilitação de mulheres que sofreram abusos sexuais em diferentes países. Os ganhadores repartirão os 2 milhões de coroas suecas (US$ 310 mil) do prêmio, que distingue o trabalho social de pessoas e instituições de todo o mundo e é considerado uma prévia do Nobel da Paz.

         

Felpuda


Nos bastidores poderosos, comentários são de que dois pretensos pré-candidatos estão deixando em polvorosa quem tinha quase certeza de que tudo estava em total “céu de brigadeiro”. Assim, enquanto ambos se movimentam aqui e acolá, o lado de lá está pensando no que fazer para evitar futuro confronto. Vale ressaltar que a dupla tem experiência que só no campo de guerra das eleições – e o desempenho não ficou a desejar.