Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Nobel alternativo vai para Justiça social e jornalismo

1 OUT 08 - 22h:00
     

         

        

A Fundação Right Livelihood Award outorgou hoje o Prêmio Nobel Alternativo a Krishnammal e Sankaralingam Jagannathan, fundadores da organização indiana LAFTI; a jornalista americana Amy Goodman, a ativista somali Asha Hagi e a ginecologista alemã Monika Hauser. O júri reconheceu a luta pela justiça social na Índia da LAFTI, o jornalismo independente de Goodman, a participação das mulheres no processo de paz na Somália impulsionada por Hagi e o compromisso de Hauser na reabilitação de mulheres que sofreram abusos sexuais em diferentes países. Os ganhadores repartirão os 2 milhões de coroas suecas (US$ 310 mil) do prêmio, que distingue o trabalho social de pessoas e instituições de todo o mundo e é considerado uma prévia do Nobel da Paz.

         

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Tecnologia terá recursos <BR>de R$ 56,7 milhões para inovação
PROJETO

Tecnologia terá recursos de R$ 56,7 milhões para inovação

Gravidez na adolescência <br> diminui em Campo Grande
2018

Gravidez na adolescência diminui em Campo Grande

Abandonadas, obras de 16 escolas vão custar mais
PARADAS

Abandonadas, obras de 16 escolas vão custar mais

Sob ameaça de represa, distrito de Cocais enfrenta saque
CIDADE HISTÓRICA

Sob ameaça de represa, distrito de Cocais enfrenta saque

Mais Lidas