Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Não sabia

'No Lula não pega', disse Jefferson sobre mensalão

14 AGO 12 - 08h:33Terra

Roberto Jefferson acompanhava o julgamento do mensalão em seu apartamento, na Barra da Tijuca, no Rio, e quando seu advogado no caso, Luiz Francisco Barbosa, disse que o ex-presidente Lula deveria estar entre os réus, ele disparou: "Se fosse o Collor, estaria preso, mas no Lula não pega", comentou um abatido". Jefferson mantém o discurso de que, em sua opinião, o petista não tinha conhecimento do mensalão; disse que sentiu "surpresa'' de Lula quando o alertou sobre o mensalão.

O pedetista se recupera de uma cirurgia realizada há 15 dias para a retirada de um câncer no pâncreas. Segundo ele, a acusação de que o ex-presidente beneficiou os bancos BMG e Rural representa a posição de seu advogado, fruto de desdobramentos das investigações. Jefferson se emocionou e chorou quando a defesa de Emerson Palmieiri, ex-tesoureiro do PTB, disse que o presidente da legenda preservou os nomes de quem recebeu R$ 4 milhões do PT. "Ia envolver pessoas, revelar nomes?", questionou. Ao final, pareceu satisfeito com a atuação de seu advogado, que destoa do estilo "almofadinha" dos demais defensores. "É muito maluco, muito corajoso".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CALOR

Temperaturas acima dos 40 graus já causaram seis mortes nos EUA

TENSÃO

EUA afirmam que caça venezuelano atacou avião americano

BRASIL

Exército enquadra tuítes políticos de militares da ativa

Projeto itinerante realiza negociação com inadimplentes da Capital
CAMPO GRANDE

Projeto itinerante realiza negociação com inadimplentes

Mais Lidas