Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Taça Rio

No clássico, Fla e Flu ficam no 0 a 0 no Engenhão

13 MAR 11 - 19h:31uol

O clássico entre os dois últimos campeões brasilieros era aguardado com grande expectativa. Porém, as presenças de jogadores renomados como Ronaldinho Gaúcho, Thiago Neves, Emerson e Conca não foi capaz de impedir o empate em 0 a 0 entre Flamengo e Fluminense, neste domingo, no Engenhão, pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Estadual.

Com o resultado, o Flamengo, ainda invicto dentro do Estadual, chegou aos sete pontos na liderança do grupo A. Já o Fluminense alcançou a mesma pontuação, mas ocupa o segundo posto da sua chave já que o Botafogo tem 100% de aproveitamento.

As duas equipes voltam ao campo no próximo final de semana pelo Estadual. O Tricolor irá em busca de uma ‘revanche’ contra o Boavista, no sábado, às 18h30, no Engenhão. Já o Rubro-Negro pega a Cabofriense, domingo, às 16h, no Moacyrzão.

Com ingredientes de um grande clássico, Flamengo e Fluminense eram iguais nos excessivos erros de passes e também em nervosismo dentro de campo. Este último sentimento ficou evidente em uma entrada violenta do ex-tricolor Thiago Neves em cima do ex-rubro-negro Emerson logo no começo do duelo.

Em seu primeiro Fla-Flu, Ronaldinho Gaúcho deu drible desconcertante em Diguinho e quase marcou para o Flamengo. A resposta tricolor veio nos pés de Emerson, que aproveitou furada bizarra de Welington e obrigou Felipe a aparecer.

Contudo, a forte marcação de zagueiros e volantes restringia a criatividade de jogadores como Conca e Thiago Neves. Enquanto Mariano e Leonardo Moura se apresentavam ao ataque, Egídio e Carlinhos se limitavam ao papel defensivo, o que causava a insatisfação das torcidas de Flamengo e Fluminense.

Enquanto o Flamengo, que sentia a falta de um jogador de área, tentava chegar na base do toque, o Fluminense via um Rafael Moura isolado entre os zagueiros rubro-negros. No intervalo de menos de dois minutos, Ricardo Berna apareceu em dois arremates de Negueba e Renato Abreu, respectivamente, nas últimas chances relevantes da primeira etapa. Todavia, o resultado da primeira etapa só poderia ser um empate sem gols.

Assim como na etapa inicial, o segundo tempo teve um começo equilibrado. Antes dos dez minutos, cada time já tinha desperdiçado uma chance. O Fluminense apareceu com Emerson e o Flamengo assustou nos pés de Thiago Neves.

A partida, porém, tinha um ritmo mais modesto do que nos primeiros 45 minutos. Acostumado com a forte marcação dos adversários, Thiago Neves e Ronaldinho Gaúcho abusavam das faltas, algumas delas violentas.

Em grande fase com a camisa tricolor, Rafael Moura sequer era notado dado o isolamento que o atacante tinha entre os demais jogadores do Fluminense. Emerson era bem marcado e Conca não conseguia aparecer.

Com isso, os técnicos começavam as trocas. Muricy, que mantinha o seu mistério quanto ao futuro dentro do clube, promoveu as entradas de Araújo e Souza. Já Luxemburgo mudou a forma do Flamengo atuar e colocou Vanderlei na vaga de Negueba. Aos 26, o Fluminense perdeu a melhor chance da partida. Após cobrança de escanteio, Gum acertou a bola na trave de Felipe, após passe de Mariano.

O primeiro Fla-Flu do ano era cercado de expectativas mas, em matéria de lances de perigo e gols, foi um tanto decepcionante para os cerca de 25 mil torcedores que estiveram presentes ao Engenhão. As vaias ao final do encontro traduziram o sentimento de frustração das torcidas.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Ministro Marco Aurélio vota contra prisão após condenação em 2ª instância
STF

Ministro Marco Aurélio vota contra prisão após condenação em 2ª instância

Delegacia da PF em shopping fecha na segunda-feira por conta de feriado
FERIADO

Delegacia da PF em shopping fecha na segunda-feira por conta de feriado

Comissão que estuda reforma dos militares suspende sessão para buscar acordo
PREVIDÊNCIA

Comissão que estuda reforma dos militares suspende sessão para buscar acordo

Considerada cidade do algodão, Chapadão do Sul comemora 32 anos de emancipação
FELIZ ANIVERSÁRIO

Chapadão do Sul comemora hoje 32 anos de emancipação

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião