Terça, 20 de Fevereiro de 2018

RECADO A BRUNO CÉSAR

'Ninguém se escala no grito', diz William

10 FEV 2011Por ESTADÃO14h:00

A recuperação do Corinthians, com as duas vitórias após a eliminação na Libertadores, contrasta com a fase de Bruno César. Titular absoluto e um dos principais destaques da equipe no Campeonato Brasileiro do ano passado, o jogador perdeu a vaga no time e não tem sido aproveitado pelo técnico Tite - ele ficou fora dos últimos três confrontos.

Tal situação estaria deixando o meia irritado. Ele teria reclamado por estar sendo preterido. "Ano passado ele já havia tido uma queda de produtividade. O que não pode haver é cobrança, querer peitar, se sentir o dono do lugar. Isso não vai acontecer no departamento de futebol", declarou William Machado, ex-zagueiro e atual gerente de futebol do clube, à ESPN Brasil, nesta quinta-feira, em um claro recado ao seu ex-companheiro de time.

De acordo com o ex-capitão corintiano, a volta de Bruno César ao time titular depende apenas do jogador. "Recuperando o futebol jogado, o Bruno com certeza volta a ser titular. Mas nenhum jogador pode se escalar no grito, precisa ganhar a vaga no treinamento, convencer o técnico no dia-a-dia de que tem algo a mais do que os outros concorrentes pela posição", analisou.

Entre estes concorrentes pela vaga está Morais. O jogador tem entrado bem na equipe, foi decisivo na vitória sobre o Palmeiras, no último domingo, deu a assistência para o primeiro gol de Liedson contra o Ituano, na última quarta, e participou da jogada do segundo marcado pelo atacante, que selou a goleada de 4 a 0 sobre a equipe de Itu.

Para William, a boa fase do meia, que ano passado foi emprestado ao Bahia, não é nenhuma surpresa. "A vinda do Morais em boa forma (de volta ao Corinthians) era esperada pela qualidade dele. Ele teve alguns problemas no ano passado, caiu um pouco de produção, mas tem muita qualidade técnica", concluiu.

Leia Também