Campo Grande - MS, domingo, 19 de agosto de 2018

ingleses e escoceses

Neymar se desculpa, mas é ignorado

4 ABR 2011Por terra09h:24

 O atacante Neymar, do Santos, tentou mais uma vez encerrar o episódio da banana atirada em campo no amistoso entre Brasil e Escócia, disputado em Londres no último dia 27. Neste domingo, antes da partida entre Santos e Palmeiras pelo Campeonato Paulista, o jogador e seus companheiros entraram em campo com uma faixa na qual, além de repudiar o episódio, demonstrava a intenção de se desculpar com os escoceses.

"Tudo contra o racismo; nada contra a Escócia", descrevia a faixa em português e inglês. Na partida em Londres, uma banana jogada em campo - segundo os administradores do estádio, por um torcedor alemão - causou mal-estar entre as duas seleções, uma vez que os brasileiros se sentiram alvo de racismo. A Escócia negou qualquer envolvimento no caso.

A faixa do Santos, porém, ganhou pouco destaque na imprensa britânica. Entre os principais veículos da Escócia, como Edinburgh Evening News, Herald Scotland e Glasgow News, não havia qualquer menção ao pedido de desculpas até a manhã desta segunda-feira. Pior: o Daily Record deste domingo alega que "Alex Salmond (primeiro ministro da Escócia) traça um plano de paz com o Brasil", mas que "Neymar ainda não pedirá desculpas".

Na Inglaterra, o atacante também ganhou pouca atenção. O jornal The Sun ainda destaca: "Neymar usou uma faixa para tentar se desculpar com a torcida escocesa após as acusações de racismo". No entanto, jornais como The Guardian e Daily Mail, bem como a rede de TV BBC pouco destaque deram à manifestação.

A agência de notícias Associated Press também mencionou a faixa da Vila Belmiro. "Neymar e seus colegas de Santos exibiram uma faixa com uma mensagem de apreciação aos torcedores escoceses, tentando fazer as pazes após acusá-los de manifestações racistas no amistoso do Brasil sete dias antes", afirma.
 

Leia Também