Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quinta, 13 de dezembro de 2018

DESABAFO

Neymar diz que ato de racismo é triste

27 MAR 2011Por Terra16h:08

Além dos dois gols marcados e da atuação destacada na vitória por 2 a 0 sobre a Escócia, o atacante Neymar virou protagonista por outro motivo no duelo deste domingo no Emirates Stadium, em Londres. Uma banana foi atirada em campo supostamente em sua direção, fato que fez o atacante lamentar a atitude racista. "É um caso triste acontecer isso aqui. Acho que isso tem que acabar", afirmou.

A imagem capturada pelo canal Sportv mostra o volante Lucas tirando a banana de campo. Até momento não há imagens do instante em que a fruta foi arremessada das arquibancadas do Emirates Stadium, mas a proximidade de Neymar e as próprias palavras do atacante sugerem que o arremesso foi em sua direção.

"Só vi que o André Santos (na verdade o Lucas) tirou a banana de campo. Foi no segundo tempo quando eu estava correndo em um lance. Eu não ligo para isso, mas é triste", minimizou o atacante, tentando evitar polêmica sobre o assunto.

A diretor de comunicações da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rodrigo Paiva, disse que conversará com o presidente Ricardo Teixeira sobre o caso e atualizará no site da entidade se alguma ação em relação ao episódio será tomada.

Em caso semelhante durante a disputa do Sul-Americano Sub-20, quando o atacante Diego Maurício foi hostilizado com gritos em referências a macaco no Peru, a CBF divulgou uma nota oficial solicitando a Confederação Sul-Americano (Conmebol) uma investigação. O caso, no entanto, não teve prosseguimento.

Sem alarde

Os jogadores da Seleção Brasileira preferiram não aumentar a polêmica em relação ao ato de racismo em Londres. Muitos disseram não ter visto o lance, mas que caso realmente tivesse ocorrido era deplorável.

Na mesma linha, o técnico Mano Menezes também disse desconhecer o episódio. "Não vi. Não tivemos o desprazer de assistir a isso. Se aconteceu, foi lastimável, mas não tenho a confirmação se ocorreu ou não", disse.

A ocorrência de atitudes racistas contra brasileiro na Europa tem sido constante. Na última semana, Roberto Carlos foi alvo de ofensas por parte da torcida do Zenit, na Rússia. Entre os jogadores da Seleção Brasileira, Marcelo e Daniel Alves também enfrentaram situações parecidas.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também