sábado, 21 de julho de 2018

SAÍDA DE DORIVAL

Neymar admite 'peso na consciência'

18 OUT 2010Por LANCENET10h:05

Pela primeira vez após a demissão de Dorival Júnior, que hoje comanda o Atlético-MG, o atacante Neymar falou sobre a saída do ex-treinador do Peixe. Em entrevista ontem, ao programa Fantástico, da TV Globo, a Joia admitiu sentir um peso na consciência pela demissão do técnico.

– Não me senti culpado, mas eu fiquei muito triste. Fica aquele peso na consciência, sim. Do Dorival ter ido embora. Praticamente foi meu pai durante oito meses. Eu gostava muito do Dorival – reconhece.


A demissão de Dorival começou a ser desenhada após Neymar xingá-lo, na vitória por 4 a 2 sobre o Atlético-GO, no dia 15 de setembro. Quando chegou em casa, após a partida, o atacante viu o tamanho do erro que havia cometido.


- Fiquei com vergonha de ter chegado em casa e visto minha mãe chorar. Me dei conta que tinha errado feio e que tinha que pedir perdão para todos. Não só para o Dorival, mas como para minha mãe, pai, torcedores do Santos, Brasil e para o mundo - revelou.


Depois do jogo, a diretoria afastou o atacante da partida contra o Guarani, mas queria a volta do atleta no clássico contra o Corinthians.

Dorival discordou da decisão e, contra a vontade da cúpula santista, manteve o afastamento, fato que culminou em sua saída. Se encontrasse o ex-treinador hoje, Neymar sabe o que faria:


– E daria um abração nele – garantiu.

Apesar das recentes polêmicas em que esteve envolvido, nos jogos contra Ceará, Avaí e Atlético-GO, por exemplo, o jogador afirma que não está rebelde.


– Eu tenho apenas 18 anos, acabei errando uma vez e não vai acontecer mais – finalizou.

Leia Também