Terça, 16 de Janeiro de 2018

Nelsinho vistoria dez grandes obras da Capital

7 AGO 2010Por 06h:08
DANIELLA ARRUDA

Caravana liderada pelo prefeito Nelsinho Trad (PDMB) e secretários, tendo como convidados ex-prefeitos da Capital, empresários e representantes de entidades do comércio e setor imobiliário da cidade, percorreu ontem 10 obras de infraestrutura em andamento no município, que totalizam R$ 159 milhões, entre investimentos do governo federal e contrapartida do executivo municipal. “Todas serão entregues até o fim de 2011. Umas estão 8% a 10% executadas, outras entre 80% e 90%”, disse o prefeito.
Foram visitadas as obras do Centro de Belas Artes de Campo Grande, orçadas em R$ 6 milhões; a Orla Morena, que faz parte de parque linear na região do Cabreúva, no valor de R$ 10 milhões; a Via Morena, que está sendo construída ao longo da Avenida Duque de Caxias, com investimentos de R$ 14 milhões; o empreendimento PAC Imbirussu-Serradinho, construído ao custo de R$ 19 milhões; obras de recuperação da cratera do Hospital São Julião; terminal intermodal de cargas, no valor de R$ 23 milhões; unidade de pronto atendimento 24 horas do Universitário / Moreninhas, orçada em R$ 5 milhões, e as obras da Avenida Ricardo Brandão com Avenida Ceará, ao custo de R$ 9 milhões.
No roteiro, também foram incluídos os empreendimentos Cabaça e Segredo, financiados pelo Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) com recursos da ordem de R$ 36 milhões, que serão entregues no dia 24 próximo, sendo aguardada a presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva na solenidade de inauguração.
Café
A vistoria às obras foi precedida de desfile de autoridades em carros antigos, performance de artistas caracterizados com roupas da época da fundação de Campo Grande e café da manhã com o tradicional quebra-torto (arroz carreteiro e outros pratos típicos regionais) na Esplanada Ferroviária, evento promovido em comemoração aos 111 anos de Campo Grande.
Participaram os ex-prefeitos de Campo Grande Alberto Cubel, Hélio Mandetta, Nelly Bacha, Valdir Cardoso e Wilson Barbosa Martins, além de representantes do ex-prefeito Juvêncio César da Fonseca e do já falecido Albino Coimbra.
Prefeito de Campo Grande entre 1959 e 1963, Wilson Barbosa Martins lembrou que administrou um município de 50 mil habitantes. “Hoje Campo Grande tem 750 mil habitantes. Cresceram os problemas, obras e recursos”.

Leia Também