Domingo, 25 de Fevereiro de 2018

eleições de 2012

Nelsinho reafirma que não irá renunciar ao cargo para ajudar parente

24 DEZ 2010Por LIDIANE KOBER00h:00

Pressionado diante da dezena de interessados em ocupar seu cargo a partir de 2013, o prefeito Nelsinho Trad (PMDB) declarou ontem que não pensa em renunciar ao cargo para viabilizar candidatura de parente. "Não pretendo renunciar. Tenho que cuidar do meu mandato", disse ontem, após solenidade de inauguração da primeira etapa do Residencial José Teruel Filho, no Bairro Dom Antônio Barbosa.

O deputado estadual Marquinhos Trad (PMDB) manifestou, no início desta semana, a sua determinação de concorrer à Prefeitura de Campo Grande nas eleições de 2012. A candidatura depende de consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de permiti-lo a participar da sucessão por ser irmão do prefeito Nelsinho Trad. A mesma situação vive a primeira-dama e suplente do senador eleito Waldemir Moka (PMDB), Maria Antonieta Amorim dos Santos (PMDB). Ela revelou estar à disposição do partido para entrar na corrida eleitoral, desde que a Justiça Eleitoral não vede a candidatura.

"Cada hora especulam uma coisa", reclamou Nelsinho. "Quem especula é a imprensa, eu tenho que trabalhar", completou. Recentemente, em outra entrevista, o prefeito revelou considerar "muito cedo" abrir discussão sobre o processo sucessório na Capital. A intenção dele é de iniciar as articulações políticas a partir de julho de 2011.

Nelsinho também evitou tomar posição sobre nomes. Ele pretende usar pesquisa de opinião pública como forma de escolha do candidato à sua sucessão. (LK)

Leia Também