domingo, 22 de julho de 2018

brasília

Nelsinho discute recursos para segurança e Centro de Belas Artes

10 FEV 2011Por DA REDAÇÃO10h:49

Para tratar de questões relacionada à liberação de recursos destinados à construção do Centro de Belas Artes, o prefeito de Campo Grande (MS), Nelsinho Trad (PMDB), esteve ontem em Brasília. Ele foi recebido pelo secretário-executivo do Ministério do Turismo quando detalhou o projeto.

Nelsinho também manteve audiência no Ministério da Justiça para discutir sobre o Programa de Segurança de Cidadania que abosrverá recursos de R$ 2,5 milhões. Os investimentos serão para aperfeiçoamento da Guarda Municipal.

 Belas-Artes

O Centro de Belas Artes, localizado no bairro Cabreúva, na avenida Noroeste esquina com rua Santos Dumont, teve ordem de serviço assinada no dia 23 de dezembro. A obra está orçado em R$ 28 milhões e, quando concluído, segundo o prefeito Nelsinho Trad, será um dos mais modernos espaços culturais da Capital.

O centro terá teatro para 435 lugares, um auditório para 137 pessoas e alojamento para convidados de outras localidades. O local será um complexo turístico-cultural com espaço para os segmentos da música, artes plásticas, dança, teatro e cinema. Está prevista, também, a construção de um mezanino e um restaurante para comodidade do público visitante.

Segurança e Cidadania

Projeto de aparato técnico e logístico foi encaminhado ao Governo Federal pelo prefeito Nelsinho Trad, com a finalidade de promover formação e qualificação da Guarda Municipal, que já passou por reestruturação.

Com uma média mensal de 300 pedidos de rondas executadas em diversos bairros de Campo Grande, a guarda deverá ser contemplada com recursos para aperfeiçoamento

Os guardas atualmente têm participado de palestras com o objetivo de traçar metas didáticas e técnicas visando à melhoria e agilidade dos serviços, como também reuniões com funcionários lotados nas seções onde atuam.

A reestruturação da guarda levou à criação de seção de disciplina dentro dos moldes estabelecidos pela Secretaria Nacional de Segurança Pública, como corregedoria para apurar desde condutas errôneas até aprovar atos de bravura, meritórios. O efetivo antes lotado no complexo da antiga Estação Ferroviária da Capital, foi transferido para a nova sede no antigo terminal rodoviário, no centro da cidade.

 

Leia Também