Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Negado pedido de transferência de Beira-Mar para presídio no RJ

12 AGO 10 - 16h:30
     

A 2ª Turma do Tribunal Regional Federal da 3ª Região negou o pedido de transferência do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, para uma penitenciária estadual do Rio de Janeiro. O pedido foi rejeitado na terça-feira (10).

Atualmente, Beira-Mar está preso no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande, em Mato Grosso do Sul. A defesa reclama da dificuldade de Beira-Mar para receber visitas de parentes. Os advogados afirmam ainda não haver motivos para justificar a permanência dele na penitenciária federal.

Já a Procuradoria Regional da República da 3ª Região afirma que não há impedimentos legais na manutenção de presos em unidades federais quando há solicitação para a medida. O procurador regional da República Pedro Barbosa Pereira Neto, autor do parecer contra o pedido de Beira-Mar, afirma que há fundamentação para justificar a permanência do traficante no presídio de Campo Grande.

Entre as medidas citadas por Pereira Neto está o relatório da Secretaria de Segurança Pública do Rio de Janeiro, que informa que Beira-Mar tinha posição de chefia no Comando Vermelho e que ele chegou a comandar esquema de tráfico de drogas, armas e lavagem de dinheiro de dentro do presídio federal de Catanduvas (PR).

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Avianca deixará de operar voos em Campo Grande na próxima semana
A PARTIR DE SEGUNDA

Avianca deixará de operar voos em Campo Grande

Ninguém acerta as 6 dezenas da Mega-Sena e prêmio vai a R$ 105 milhões
LOTERIA

Mega-Sena acumula e prêmio vai a R$ 105 milhões

SUS incorpora remédio contra doença rara em lista de medicamentos essenciais
ATROFIA MUSCULAR ESPINHAL

SUS incorpora remédio contra doença rara em lista de medicamentos essenciais

CCJ mantém cota mínima de candidaturas femininas nas eleições
SENADO

CCJ mantém cota mínima de candidaturas femininas nas eleições

Mais Lidas