Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Nazista mais procurado do mundo é achado

16 JUL 12 - 07h:00band

O criminoso nazista mais procurado do mundo, Laszlo Csatary, 97 anos, acusado de cumplicidade na morte de 15.700 judeus durante a Segunda Guerra Mundial, foi encontrado em Budapeste, anunciou neste domingo o diretor do escritório do Centro Wiesenthal em Israel.

"Confirmo que Laszlo Csatary foi identificado em Budapeste", declarou à AFP Efraim Zuroff. "O 'The Sun' pôde fotografá-lo e filmá-lo graças a informações que fornecemos em setembro de 2011", acrescentou.

"Há 10 meses, um informante nos deu elementos que nos permitiram localizar Laszlo Csatary em Budapeste. Este informante recebeu 25 mil dólares que prometemos em troca de informações que permitam encontrar criminosos nazistas", disse Zuroff.

As informações sobre o paradeiro de Csatary foram enviadas em setembro de 2011 à promotoria da capital húngara. O vice-procurador de Budapeste, Jenö Varga, não confirmou a informação, limitando-se a declarar que "existe uma investigação em andamento. A promotoria está estudando as informações recebidas."

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

GRUPO DE EXTERMÍNIO

Jamil Name e filho são acusados de tráfico de armas, milícia privada e corrupção ativa e extorsão

Promotor do Gaeco ofereceu nova denúncia contra suposta organização criminosa
Bahia vence Grêmio no Sul e embola briga pelo G6
BRASILEIRÃO

Bahia vence Grêmio no Sul e embola briga pelo G6

No elenco de "Bom Sucesso", Gabriel Contente aprofunda relação com o basquete diante do vídeo
RAIO-X

No elenco de "Bom Sucesso", Gabriel Contente aprofunda relação com o basquete diante do vídeo

Na estreia de Mancini, Atlético-MG e CSA empatam em jogo movimentado no Rei Pelé
BRASILEIRÃO

Na estreia de Mancini, Atlético-MG e CSA empatam em jogo movimentado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião