Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ESPORTES

Naviraiense tenta surpreender o Santos hoje no Morenão

Naviraiense tenta surpreender o Santos hoje no Morenão
24/02/2010 06:39 -


O Naviraiense enfrenta o Santos hoje, às 20h50min no Morenão, em jogo válido pela Copa do Brasil. Este será o mais importante compromisso do atual campeão sul-mato-grossense, desde que ingressou no futebol profissional há cinco anos. O principal objetivo do time do interior do Estado, além de tentar surpreender o adversário, é evitar uma derrota com diferença de dois ou mais gols, para forçar a segunda partida, na Vila Belmiro, no dia 10 de março. A tarefa do representante de Mato Grosso do sul não será das mais fáceis, pois o treinador Dorival Júnior vai escalar o time paulista com sua força máxima. O lateral esquerdo Léo e o volante Arouca, recuperados de estiramento no músculo da coxa esquerda, voltam à equipe titular. Além deles, Maranhão será a outra novidade do time da Vila Belmiro. O ala, que estreou na vitória sobre o Mirassol, começará jogando pela primeira vez. O principal destaque do jogo desta noite é o atacante Robinho, que vem recuperando o seu melhor condicionamento físico e está convocado para o amistoso da seleção brasileira na próxima semana. O meia Paulo Henrique Ganso e o atacante Neymar, que cumpriram suspensão diante do Mirassol, por conta do terceiro cartão amarelo, estão confirmados no ataque do Peixe. No Naviraiense, atual campeão sul-mato-grossense, o treinador Paulo Resende confirmou que os seus jogadores estão vivendo momentos de grande expectativa. O discurso, nas preleções, tem sido o da superação, pois, segundo o técnico, a disputa da segunda partida, na Vila Belmiro, será um marco na carreira de todos do elenco.

Felpuda


Paixão política que extrapola o bom senso, chega nas redes sociais e se transforma em baixaria pode resultar em prejuízo no bolso. Isso foi o que aconteceu com autor de texto nada elogioso contra colega por diferenças em apoio a candidatos nas eleições de 2016. O dito-cujo foi condenado a pagar indenização de R$ 7 mil, com correção monetária e juros mensais a partir da publicação da sentença, além dos honorários advocatícios. Detalhe: os adversários daquela época hoje andam de braços dados. Pode?