sábado, 21 de julho de 2018

Naviraiense quer mandar os jogos no Douradão

16 OUT 2010Por Fábio Dorta, Dourados06h:10



O Naviraiense quer jogar em Dourados sua partida da primeira fase da Copa do Brasil de 2011. Mesmo sem saber a data do confronto, nem o adversário, a diretoria da equipe da região sul do Estado prefere que a CBF marque o jogo para o Douradão, por causa da proximidade entre as cidades de Naviraí e Dourados, cuja distância é de 140 km.
O Douradão tem problemas estruturais graves e, por causa disso, está interditado desde o início do ano pelo Ministério Público Estadual (MPE). Por causa da interdição a equipe local o Sete de Setembro precisou mandar seus jogos pelo Campeonato Estadual em Itaporã e Rio Brilhante.
O problema também atingiu o Naviraiense que disputou sue jogo pela Copa do Brasil diante do Santos em Campo Grande, no Morenão. Com isso, os torcedores foram obrigados a enfrentar cerca de 300 km de estrada para assistir a partida, ou seja, mais que o dobro da distância até Dourados.
Ontem o presidente do clube Ronaldo Botelho esteve reunido com a prefeita interina de Dourados Délia Razuk (PMDB) e com o presidente da Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) Francisco Cezário para discutir a possibilidade de que o Douradão seja liberado a tempo de receber o jogo pela Copa do Brasil.
A Secretaria Municipal de Obras já iniciou um levantamento para saber o volume de recursos necessários para que sejam feitas as obras de readequação exigidas pelo MPE para que o estádio possa conseguir também os laudos do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar e da Vigilância Sanitária e, com isso, receber partidas oficiais.
A prefeita Délia disse que não há como garantir que haverá tempo hábil para as reformas até o início do ano que vem, mas disse que a reunião de ontem foi bastante produtiva.

Leia Também