quinta, 19 de julho de 2018

CAMPANHAS

Natal desperta sensações e evoca a solidariedade dos campograndenses

5 DEZ 2010Por Bruna Lucianer11h:10

Tem gente que diz que é por causa do “espírito natalino”. Tem gente que diz que é hora de agradecer pelas coisas boas que aconteceram durante o ano ajudando a quem precisa. Tem ainda quem diz que é pelo simples prazer de ver outra pessoa sorrir.

Seja pelo motivo que for, centenas de milhares de pessoas espalhadas por todo o planeta aproveitam o Natal para exercer o conceito de solidariedade. Campo Grande tem a sorte de ter uma gama enorme de pessoas dispostas a espalhar a chamada “magia natalina” por aí. Hoje você vai conhecer algumas dessas pessoas e as ações que elas realizam, além, é claro, de saber como é possível entrar na onda e ajudar também.

Natal Encantado

Mariana Lopes e Gustavo Monge, jornalistas, namorados. A ideia de fazer alguma coisa que melhorasse a realidade de pessoas humildes no Natal nasceu há 4 anos, depois de uma visita ao lixão de Campo Grande. “A gente não imagina quanta miséria existe perto da gente”, declara Mariana.

No primeiro ano, com a ajuda de menos de 10 pessoas, conseguiram arrecadar 70 cestas básicas para doar às famílias que trabalhavam no lixão. No segundo ano, eles decidiram que a ação seria voltada às crianças e, com a ajuda de cerca de 15 pessoas, arrecadaram suprimentos para cachorro-quente e brinquedos e fizeram uma festa.

Para este ano, Mariana conta que já tiveram que dispensar ajuda, de tantos voluntários que apareceram. Já arrecadaram todos os suprimentos para os bolos e cachorros-quentes e agora precisam de mais brinquedo. Caso queira ajudar, entre em contato com a Mariana pelo telefone 8412-0035.

Mídias mais sociais

Everton Cação, publicitário de uma agência de marketing digital de Campo Grande, teve a ideia de “digitalizar” a ação solidária. “Queríamos fazer alguma ação beneficente. Pensamos em algumas possibilidades e tudo nos parecia “comum” demais. Até que nos demos conta que, como a internet é nosso meio de trabalho, nada mais óbvio do que transformá-la em meio de arrecadação dos donativos”, explica.

Através de um site que hospeda as famosas “vaquinhas”, Everton criou a campanha “Ajude a tornar as mídias mais sociais”, que oferece a possibilidade de qualquer pessoa doar a quantia que quiser sem sair de casa. A meta é arrecadar R$ 5 mil para reformar a sala de informática do Lar do Ludinho, projeto social da Arquidiocese de Campo Grande que atende em média 120 crianças.

Você pode contribuir com a campanha através do link http://www.vakinha.com.br/Vaquinha.aspx?e=27731 doando a quantia que quiser.

Natal Alegria

Val Reis, publicitária e acadêmica de jornalismo, é figura fácil em ações de cidadania e solidariedade em Campo Grande, independentemente da época do ano. No Natal não poderia ser diferente. Este ano, Val, em parceria com a dupla sertaneja Oliveira e Cristiano, organizou a Campanha Natal Alegria. O objetivo é arrecadar brinquedos para as 70 crianças da Associação Lar Deus Menino, creche localizada na saída para Cuiabá.

Através de parcerias com algumas empresas, da divulgação no twitter e de uma ação realizada ontem na Praça Ary Coelho, Val conseguiu disseminar os conceitos da campanha e, até o meio-dia de ontem, já tinha conseguido arrecadar 50 brinquedos. Se quiser saber como doar, entre em contato com a Val através do seu perfil no twitter: www.twitter.com/valreiss

Leia Também