Sexta, 23 de Fevereiro de 2018

SÃO GABRIEL

Natal de luz e de consciência ambiental

14 DEZ 2010Por BRUNA LUCIANER00h:31

 

São Gabriel do Oeste, cidade localizada 130 quilômetros ao norte de Campo Grande, cultiva há quatro anos mais um bom motivo, além da festa do Leitão no Rolete, para ser reconhecida Estado afora. O Natal Luzes do Cerrado começou modesto, com o objetivo de enfeitar a cidade e reutilizar parte das centenas de milhares de garrafas PET que são descartadas todos os anos. A ideia deu tão certo que, hoje, a festa já atrai visitantes, gerando renda com o turismo, e inspira cidades vizinhas a também "vestirem-se de PET" para comemorar o Natal.

Um portal colorido e iluminado, na entrada principal da cidade, recebe os recém-chegados e os conduz para um passeio entre símbolos natalinos e animais nativos do Cerrado. Capivaras, tuiuius e até sucuris moldados no plástico reutilizado transformam o Natal são-gabrielense em um espetáculo atrativo para crianças e adultos.

A decoração deste ano utilizou 600 mil garrafas, entre as que foram reaproveitadas dos anos anteriores e as coletadas no decorrer de 2010. Coletar esse tipo de material já virou uma cultura consolidada no município; escolas realizam gincanas, pontos de coleta são estrategicamente espalhados e a população já faz questão de doar para a prefeitura.

Trata-se de um trabalho com pilares ambiental, econômico e social. A "oficina do Natal" tem início em julho; as artesãs que confeccionam os enfeites são escolhidas entre famílias de baixa renda e recebem um salário mínimo por mês. A novidade deste ano foi a ajuda de presidiárias do semi-aberto municipal, que tinham redução de um dia na pena para cada 13 dias trabalhados.

O Natal Luzes do Cerrado de São Gabriel do Oeste de 2010 teve início, oficialmente, no dia 4 de dezembro, quando as luzes foram acesas. Entre atividades culturais, religiosas e sociais, o evento segue até o dia 6 de janeiro, quando as luzes serão desligadas e as peças começarão a ser recolhidas.

Árvore principal

O principal enfeite, a árvore natalina localizada na avenida central, ganhou cara nova em 2010. Nos últimos três anos ela era "reformada" e apresentada com a mesma cara. Para este ano, 30 mil novas garrafas foram utilizadas e, cuidadosamente dispostas, formam um monumento reciclado de 15 metros de altura exatamente no coração da cidade.

Leia Também