NASA libera visão panorâmica de Marte

NASA libera visão panorâmica de Marte
14/08/2012 12:30 - techtudo



Curiosity rover: Martian solar day 2 in New Mexico

A cada semana, a sonda Curiosity manda novas imagens de Marte para a Terra e as imagens são sempre as mesmas: um planeta desolado, com muita poeira e pequenas rochas. E completamente vazio, não deixando nada a desejar para a maioria dos desertos existentes por aqui. Mesmo assim, muita gente se empolga com esse nada e continuamos sendo abastecidos com o ensaio fotográfico do Planeta Vermelho.

Desta, vez, por exemplo, a NASA decidiu criar um impressionante mosaico com toda a diversidade existente em nosso vizinho espacial ao unir nada menos do que 79 fotos para criar um efeito panorâmico. Com isso, todos aqueles que ficaram na Terra podem ter uma visão mais ampla do que se esconde em Marte e ver o que estão deixando de aproveitar.

De acordo com a agência espacial norte-americana, esse é apenas o começo do “Street View” marciano, já que a ideia é unir 130 fotografias para que tenhamos realmente de a impressão de que estamos lá muito mais intensa.

Além disso, o fotógrafo Andrew Bodrov decidiu unir todas as imagens liberadas pela NASA até o momento para fazer algo semelhante, mas um pouco mais interativo. Graças a isso, você realmente tem a sensação de estar passeando por Marte, olhando pedras que certamente você não veria por aqui.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".