Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Narcotráfico impõe toque de recolher em aldeia de Dourados

29 AGO 09 - 22h:30
     

        Da redação

        "Nós implantamos o nosso toque de recolher, por causa dos conflitos entre grupos de traficantes que estão agindo dentro desta aldeia e da Jaguapirú. Quem desobedecer pode morrer, no facão ou na foice." A afirmação é do o cacique da reserva idígena Bororó, Luciano Areovalo, 54 anos, de Dourados. O procurador da República em Dourados, Marco Antônio de Almeida, confirma a existência dessa situação, acrescentando que a consequência mais imediata é a violência. "O índice de assassinatos nas aldeias Bororó e Jaguapirú é de 145 mortes para cada 100 mil habitantes. No País é de 24,5 mortes para cada grupo de 100 mil habitantes." O delegado da PF José Antônio Simões de Oliveira Franco diz que só agora está sendo preparado um plano para resolver o problema. "Não é função da PF o policiamento, mas estamos elaborando o que nunca foi feito na Reserva Indígena", diz. (informações do Estadão)

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Empresários defendem que preço precisa cobrir custos de transporte
PREÇO TABELADO

Preço mínimo do frete tem que cobrir custos de transporte

PF encontra meia tonelada de maconha em tanque de combustível
APREENSÃO

PF encontra meia tonelada
de maconha em tanque

Clientes de seguradoras podem ficar sem guincho neste feriado
MATO GROSSO DO SUL

Clientes de seguradoras podem ficar sem guincho neste feriado

ALTERAÇÕES

Bolsonaro promete novas regras para porte de armas de fogo

Detalhes sobre o decreto não foram divulgados

Mais Lidas