Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

RIO DE JANEIRO

Não houve troca de tiros, diz perícia sobre morte de estudante

3 JAN 14 - 17h:15FOLHA PRESS

Quatro dias após a morte do estudante de cinema João Pedro Cruz, 23, em uma blitz no Rio, a perícia concluiu hoje que não houve troca de tiros no momento do crime e apenas os PMs efetuaram disparos contra o carro da vítima.

Na ocasião, Cruz seguia no banco traseiro de um Kia Cerato com outros três jovens e foi atingido por um tiro.

Ao ser abordado numa blitz, o amigo de Cruz, Pedro Igor Silva das Neves, 22, não parou o carro e fugiu. A polícia iniciou uma perseguição e, segundo a perícia, efetuou pelo menos 14 disparos contra o veículo dos jovens. Cinco deles acertaram o Cerato.

João Pedro Cruz foi baleado e não resistiu ao ferimento. Os outros não foram atingidos.

De acordo com o delegado José Pedro Costa da Silva, da 21º DP (Bonsucesso), foram encontradas drogas - maconha e cocaína - no carro dos jovens. A quantidade não foi divulgada.

"O que posso afirmar é que os impactos que verificamos na viatura não foram produzidos pelos garotos. Foram os próprios PMs que produziram quando atiraram de dentro para fora do carro da polícia. O resultado final da perícia aponta que não houve troca de tiros", disse o delegado.

Silva afirmou que, apesar da conclusão da perícia, ainda não descarta a possibilidade do grupo ter se desfeito de uma suposta arma durante a perseguição. Os quatro PMs que participavam da operação alegaram que ouviram tiros do Cerato.

O trio não prestou depoimento na delegacia e disse que só fala em juízo. Mesmo assim, a Polícia Civil voltou a convocar os três à delegacia na próxima semana.

"Eles não disseram porque furaram a blitz. Talvez por causa da droga, mas a suspeita é que eles sejam apenas usuários", disse o delegado.
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

ECONOMIA

Índice de Confiança do Empresário Industrial fica estável pelo 3º mês

ECONOMIA

Intenção de consumo das famílias cresce pelo terceiro mês

BRASIL

Governo libera orçamento de universidades federais

BRASIL

Bolsonaro sanciona lei com crédito suplementar para ministérios

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião