Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

EM BUSCA DE VOTOS

Na reta final, PT reforça campanha de Dilma em MS

28 OUT 2010Por Fábio Dorta, Dourados03h:45

Na reta final, o PT reforça a campanha da candidata à Presidência da República Dilma Rousseff em Dourados, mas continua expondo o racha no partido entre os grupos do senador Delcídio do Amaral e do ex-governador José Orcírio dos Santos. Mais uma vez as agendas das principais lideranças da sigla no Estado "não bateram".

Ontem à tarde, Delcídio fez uma caminhada pela Avenida Marcelino Pires, acompanhado do senador Valter Pereira (PMDB) e de lideranças locais, entre elas o ex-prefeito e deputado estadual eleito Laerte Tetila (PT), além de militantes petistas e cerca de 50 indígenas. O senador pediu votos para Dilma e entregou panfletos a eleitores.

 Separados
José Orcírio deve vir ao município hoje para comandar um ato público suprapartidário em apoio à candidata petista. O evento está marcado para começar às 20 horas no auditório do Sindicato dos Bancários. Devem participar do ato os deputados federais Vander Louber (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT), além de lideranças locais do PT e de partidos aliados.

Para Delcídio, o fato de as agendas não coincidirem não significa uma divisão do partido na campanha de Dilma. "Isso demonstra que o PT está presente em Dourados, dando a atenção que Dourados merece. Amanhã (hoje) eu vou fazer campanha em Campo Grande, vou pedir votos nos bairros", afirmou.

Ele afirmou que o objetivo do PT é fazer com que Dilma vença em Mato Grosso do Sul, revertendo o quadro do primeiro turno quando José Serra (PSDB) saiu vitorioso, mas disse que ainda não há como prever o resultado das urnas no Estado. "Estou andando nas ruas, conversando com as pessoas e sinto que a campanha da Dilma está crescendo aqui. Eu acredito que os resultados favoráveis das últimas pesquisas também poderão influenciar positivamente", finalizou.

A caminhada de Delcídio e das lideranças do PT começou em frente à Praça Antônio João, a principal da cidade, e durou cerca de uma hora. Depois, o senador participou de uma reunião no Diretório Municipal do PT, onde agradeceu a militância pelo apoio que teve na disputa pela reeleição ao Senado. Ele ficou em segundo lugar no município. O mais votado foi o vice-governador Murilo Zauith (DEM).

Leia Também