Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, sábado, 17 de novembro de 2018

MANIFESTO

Na fronteira com a Bolívia, professores protestam

4 AGO 2012Por DIÁRIO ONLINE18h:00

Com faixas, apitos, narizes de palhaço e uniformizados com camisetas, os professores do Campus do Pantanal, unidade da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, em Corumbá, e do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, realizaram durante a manhã deste sábado (04), uma mobilização na rodovia Ramão Gomez, próximo ao pedágio.

A via, que é a principal ligação terrestre entre as cidades de Corumbá (Brasil) e Puerto Quijarro (Bolívia), tem grande movimentação, principalmente aos finais de semana quando muitos brasileiros procuram as cidades bolivianas para realizarem compras de produtos importados.

Cada veículo que passava pelo local, fosse ele, carro, moto, caminhão ou ônibus, era abordado pelos manifestantes que entregavam panfletos, onde havia explicações sobre a manutenção da greve nas instituições de ensino federais.

Em greve desde o dia 11 de julho, os professores do Campus de Corumbá, do Instituto Federal de Mato Grosso do Sul, também afirmam continuar com a paralisação por tempo indeterminado até que o Governo acene para propostas que sigam as reivindicações da categoria que tem em seus pilares a reestruturação da carreira, conforme explicou ao Diário Online o professor Romeu Pereira Viana Neto.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também