Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

NORMATIZAÇÕES

Na Capital, 2 mil motoentregadores devem se adequar

Na Capital, 2 mil motoentregadores devem se adequar
15/07/2012 00:00 - DANIELLA ARRUDA


Motoentregadores de Campo Grande começam a ser fiscalizados em caráter educativo pela Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran) a partir do dia 4 de agosto, data estipulada pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) para o cumprimento das resoluções 350 e 356. As duas normatizações, que passaram a valer no ano passado porém tiveram o prazo para início da fiscalização prorrogado por mais 12 meses, exigem curso de formação para exercício da atividade e adaptações em equipamentos de segurança e padronização de compartimentos de carga.

A Agetran não informou o universo de profissionais que será atingido pela fiscalização na Capital. Hoje existem somente 19 motoentregadores com alvarás para a atividade concedidos pelo órgão. Já de acordo com estimativa do Sindicato dos Trabalhadores e Condutores em Motocicletas, Entregadores, Similares e Autônomos Individuais sobre Duas e/ou Três Rodas de Mato Grosso do Sul (Simpromes), pelo menos dois mil motoentregadores em Campo Grande terão que se adaptar à legislação.

Leia mais no jornal Correio do Estado
 

Felpuda


Dez vereadores da Capital mudaram de partido na tentativa de encarar a reeleição ou, dependendo do caso, disputar a vaga de vice-prefeito. Legendas foram “engordadas”, outras entraram em estado de inanição e outras ainda simplesmente sumiram do mapa. Que ninguém ouse perguntar a quem “trocou de camisa” qual a linha programática dos partidos em que agora estão filiados. Seria para eles, digamos, questão de pouca importância. Política tem dessas coisas...