Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Na campanha, PT vai à caça

8 MAI 10 - 21h:17

O PT promete ir à caça de correligionários infiéis nas eleições deste ano. Ontem, durante encontro de lideranças do partido, a direção apresentou determinação nacional reforçando norma presente no estatuto, que penaliza filiados flagrados fazendo campanha para adversários. O pré-candidato ao Governo do Estado, José Orcírio dos Santos, descartou qualquer suspeita de traição no partido. "Trata-se de uma medida de precaução", garantiu.

Contudo, não faltam boatos sugerindo a presença de infiéis. Recentemente, informações indicavam a intenção de petistas apoiarem, por exemplo, a "dobradinha" do senador Delcídio do Amaral com o deputado federal Waldemir Moka (PMDB) na disputa por vagas de senador. Delcídio afastou a possibilidade, enquanto Moka admitiu a intenção de prefeitos do PMDB trabalharem em favor do petista.

O deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT) também já foi alvo de desconfiança. Em ato público, ele chegou a reconhecer a intenção de fazer "dobradinha" com o deputado estadual Júnior Mochi (PMDB) em alguns municípios do Estado.

Ainda ontem, o PT recebeu a visita do secretário nacional de assuntos institucionais do partido, deputado federal Geraldo Magela. Ele referendou a adesão de Delcídio, Biffi e do deputado estadual Amarildo Cruz à corrente Movimento PT. O parlamentar também reiterou que a cúpula nacional não trabalha com a hipótese de Orcírio desistir da disputa pelo Governo do Estado para garantir o apoio do governador André Puccinelli (PT) a Dilma Rousseff na sucessão presidencial. (LK)

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Presos em operação tentaram extorquir R$ 5 milhões de vítimas
OPERAÇÃO EXTORTIO

Presos em operação tentaram extorquir R$ 5 milhões de vítimas

MEC divulga horário de provas do Enem em cada estado
EVITE ATRASO

MEC divulga horário de provas do Enem em cada estado

Crise do PSL trava projeto de reforma do Hotel Campo Grande, diz prefeito
PARADO

Crise do PSL trava projeto de reforma de hotel, diz prefeito

Não posso esperar o presidente resolver crise partidária, diz Marcos Trad
CRISE NO PSL

Não posso esperar o presidente resolver crise partidária, diz Marcos Trad

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião