Na Bacia do Rio Aquidauana, pesca e flagrantes de irregularidades

Na Bacia do Rio Aquidauana, pesca e flagrantes de irregularidades
04/03/2008 13:50 -


     

Nos primeiros dias de pesca liberada, poucos pescadores foram até o Rio Aquidauana. Na região abaixo da ponte velha, onde acabou a piracema, profissionais e amadores reclamam da pouca oferta de pescado. Alguns ficaram mais de seis horas sem conseguir sequer um peixe.

 

Na parte acima da mesma ponte, onde persistem as regras da piracema, foram detectados, no fim de semana, flagrantes de irregularidades. Algumas pessoas pescavam usando molinetes e carretilhas, o que é proibido em áreas de defeso. Quem for encontrado irregular nos locais onde a proibição da pesca vai até o dia 15 de março pode ser preso ou multado. A multa varia de R$ 700 a R$ 100 mil, mais dez reais por quilo de pescado irregular.


        

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".