quinta, 19 de julho de 2018

RETA FINAL

Murilo dá arrancada e embola a disputa por vaga de senador

29 SET 2010Por 00h:00

adilson trindade

Na reta final da campanha eleitoral, o vice-governador Murilo Zauith (DEM) dá arrancada, encosta nos deputados federais Dagoberto Nogueira (PDT) e Waldemir Moka (PMDB) e embola a disputa pela segunda vaga de senador. A pesquisa do Ibrape/Correio do Estado mostra o senador Delcídio do Amaral (PT) na liderança absoluta com 66% das intenções de voto. É o único, pela pesquisa, que está com a vitória assegurada.
A briga está acirrada apenas pela segunda vaga de senador. Moka está com 38%, Dagoberto, 37%, e Murilo com 34%. A margem de erro é de 3 pontos percentuais para mais ou para menos dentro de intervalo de confiança de 96%. Portanto, os três estão tecnicamente empatados na disputa pela segunda vaga de senador.
Mas quem avançou em uma semana na pesquisa foi Murilo, enquanto Dagoberto e Moka ficaram com os índices estabilizados. O vice-governador subiu de 25% para 34% das intenções de voto. Um salto de 9 pontos percentuais. Dagoberto teve oscilação negativa de 1 ponto e Moka permaneceu com os 38% da pesquisa anterior. O candidato do PSOL, Jorge Batista, caiu de 2% para 1%.
O desempenho de Murilo surpreendeu nesta última pesquisa, porque ele vinha do início de junho na faixa de 23% a 25% até a semana passada. Em sete dias, o vice-governador deu uma arrancada e encostou em Moka e Dagoberto. Na pré-campanha, em abril, o vice-governador começou com 18% das intenções de voto, chegou a junho — mês das convenções partidárias — com 23%, um mês depois, em agosto, ele recebeu 24%, manteve o mesmo índice no levantamento do início deste mês, subiu 1 ponto no começo da segunda quinzena de setembro e fechou esta última amostragem com 34%.
O senador Delcídio do Amaral, parceiro de chapa de Dagoberto Nogueira, avançou 2 pontos em relação à pesquisa anterior, passando de 64% para 66%. Ele está a 28 pontos à frente de Moka, 29 pontos de Dagoberto e 32 de Murilo. Portanto, a sua liderança, pelas pesquisas, não está ameaçada por nenhum concorrente.
Delcídio só fica atrás na região da Grande Dourados, onde Murilo lidera. Mesmo assim, o petista tem 60% das intenções de voto. O preferido do eleitor da região é Murilo, com 62%. Dagoberto está com 34% e Moka com 35%. Nos demais locais, o senador petista está acima de 60%. Na região do Pantanal, ele é absoluto: 88%, deixando para trás Dagoberto com 38%, Moka com 35% e Murilo com 20%.
Em Campo Grande, a disputa pela segunda vaga também é acirrada. Dagoberto está com 39%, Moka, 37%, e Murilo, 32%.

Rejeição
Jorge Batista é rejeitado por 29% dos eleitores, seguido de Moka e Dagoberto por 24% cada. Depois vem Murilo com 13% e Delcídio com 7%.
Consulta e registro
A pesquisa, contratada pelo Correio do Estado, foi realizada com 2.720 eleitores em 8 regiões do Estado, entre os dias 24 e 26 de setembro. O levantamento foi registrado no TRE, protocolo número 40739/2010.

Leia Também