Campo Grande - MS, quinta, 16 de agosto de 2018

SOSSEGO

Muricy descarta Santos e pretende parar por 30 dias

14 MAR 2011Por ESTADÃO14h:00

Após deixar o comando do Fluminense no domingo, o técnico Muricy Ramalho descartou a possibilidade de assumir imediatamente o comando do Santos, que está sendo dirigido interinamente por Marcelo Martelotte após a demissão de Adílson Batista. Além disso, avisou que pretende descansar e ficar inativo pelos próximos 30 dias.

O treinador foi enfático ao negar qualquer chance de assinar com o time da Vila Belmiro. "Não, de jeito nenhum. As pessoas têm de entender que nem todo mundo no futebol é igual. O Marcelo [Martelotte, interino do Santos] tem de trabalhar tranquilo. Desde ontem [domingo] começaram a falar isso, mas você pode ter certeza do que eu estou falando", afirmou, em entrevista à BandSports.

Muricy ressaltou que pretende ficar afastado do futebol por algum tempo e lembrou que não costuma trocar rapidamente de clube. "Vou no mínimo ficar 30 dias para depois pensar no que vou fazer. Não tomo esse tipo de atitude, de sair de um lugar e ir para o outro. Não estou dando o famoso "migué". Estou abrindo mão de um contrato muito forte, o melhor da minha carreira, para ficar desempregado", disse.

Muricy também aproveitou para reiterar que o motivo de sua saída do Fluminense foi a falta de estrutura do clube das Laranjeiras. A decisão do técnico foi divulgada em nota oficial após o empate por 0 a 0 no clássico contra o Flamengo, no Engenhão, no último domingo.

Leia Também