Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assembleia Legislativa

Mulheres vítimas de violência recebem homenagem

11 MAR 14 - 09h:39Notícias MS

A Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul homenageia hoje (11), a partir das 14h, no Plenário Deputado Júlio Maia, mulheres que saíram da condição da violência doméstica e que hoje incentivam outras vítimas de agressões. A sessão solene que tem o tema "Vencendo o Ciclo da Violência" é proposição das deputadas Dione Hashioka (PSDB) e Mara Caseiro (PTdoB).

Este ano, os nomes foram indicados pelos organismos de políticas públicas para a mulher da Capital e do interior do Estado. Entre as homenageadas, está Cleide da Silva Santos, moradora de Nova Andradina, que sofreu violência doméstica durante os 14 anos de casamento. Além das agressões, o marido a proibiu de sair de casa. Cleide tem cicatrizes que marcam a violência e o sofrimento que só terminou com a intervenção do Centro de Atendimento da Mulher.

A sessão solene vai revelar outras histórias de famílias ameaçadas durante anos, cárcere privado e mulheres obrigadas pelos maridos a praticar crimes.

Também serão homenageadas na solenidade desta terça-feira Zenita da Silva Alves (Batayporã); Tereza de Souza Franco Miranda (Aquidauana); Ana Cristina Esselin (Campo Grande); Ellen Auxiliadora de Barros (Corumbá); Cleide Morais de Assis (Dourados); Gabriela Oliveira de Castro (Ivinhema); Dirce de Campos Padilha (Ladário); Lucimara Aparecida da Silva (Ponta Porã) e Vânia Maria da Silva Pastorea (Sidrolândia).

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CONVIDADO PARA PALESTRAR

Bretas barra viagem de Temer a Oxford

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta sexta-feira: "Normas para todos"

ARTIGO

Ângela Maria Costa: "A falácia da participação popular"

Integrante do Conselho Municipal de Educação
OPINIÃO

João Badari: "Concessão de aposentadoria poderá ficar mais difícil"

Advogado

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião