Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

DOURADOS

Mulheres são presas com drogas em casa do 'PCC'

24 MAI 2011Por dourados agora10h:08

O Departamento de Operações de Fronteira (Defron) prendeu duas mulheres, em Dourados, acusadas de tráfico de drogas. Segundo boletim, Renata dos Santos Muniz, de 28 anos, e Ana Maria Garcia da Silva, de 36 anos, foram flagradas na Rua Manoel Santiago, 5595, vendendo cocaína e outras drogas. De acordo com o Defron, com Renata foram apreendidas sete munições de calibre 38, R$ 470 em dinheiro trocado, uma balança de precisão e 325 gramas de cocaína. Na bagagem de Ana Maria estavam 27 tabletes de maconha, que juntos totalizaram 17,63 quilos.

Momentos antes de entrarem na casa de Renata, os policiais prenderam L.C.S.F, 22 anos, usuário de drogas e que havia acabado de comprar uma porção de cocaína no local por R$ 100.

Renata e Ana Maria foram autuadas na DEFRON, por tráfico de drogas e associação para o tráfico, e Renata também foi autuada por posse de munições de calibre permitido.

Conforme o Defron, no mesmo endereço, em abril passado, foi preso José Nailton de Oliveira, o Cabecinha, de 35 anos, amasio de Renata, com um revólver INA, oxidado, calibre 38, e 13 munições, e dentro de uma falsa caixa de gordura existente na despensa, 700 gramas de crack e 28 gramas de haxixe, duas balanças de precisão e R$ 1.247,00. a maioria em cédulas de pequeno valor, que ele apurou com a venda de drogas, afirma a polícia. A cocaína de hoje estava guardada neste mesmo esconderijo.

Durante interrogatório, José Nailton informou que, segundo o Defron, há cinco anos ingressou na organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), que a arma e as drogas apreendidas eram dele e que as comercializava em sua casa.

Nos últimos dias, a DEFRON prendeu só em Dourados, 19 pessoas envolvidas com tráfico de drogas e roubos, apreendendo armas de fogo, munições, um caminhão e motos que seriam trocados por drogas no Paraguai, além de outros veículos que são utilizados para a distribuição dos entorpecentes na região ou remetidos para outros estados.

Leia Também